Histologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução:
Melasma é hipermelanose comum, adquirida, simétrica, de contorno irregular, porém com limites nítidos. Caracteriza-se por maculas acastanhadas, de intensidades diferentes, em áreas fotoexpostas, especialmente na face, fronte têmporas, e mais raramente no nariz, pálpebras e mento...
Apesar de ser dermatose diagnosticada clinicamente com facilidade, apresenta cronicidadecaracterística, representada pela refratariedade aos inúmeros tratamentos, e, até, o presente, grande partes dos seus aspectos fisiopatológicos permanecem desconhecidos.
Clinicamente, podem ser reconhecidos três padrões principais de Melasma: centro facial, malar e mandibular. Alguns autores acrescentam outros padrões menos freqüentes, como mandibular e parotídeo, ou adotam classificações mais objetivas, comomelasmas centrais e periféricos.
Há inúmeros fatores envolvidos na etiologia da doença, porém nenhum deles pode ser responsabilizado isoladamente, influencias genéticas, exposição á radiação ultravioleta, gravidez, menopausa, terapias hormonais, anticoncepcionais orais, cosméticos, drogas fototoxicas, endocrinopatias, fatores emocionais, medicações anticonvulsivantes e outros com valor histórico,mas os principais são predisposição genética exposição á radiações solares, tendo em vista que as lesões de melasma são mais evidentes durante ou logo após períodos de exposição solar.

Resultado:
Todos os 12 pacientes eram do sexo feminino, sendo a idade média (± dp) 41,3 ± 2,8 anos, e a idade de manifestação inicial da doença ocorreu aos25,3 ± 7,6 anos. As regiões mais afetadas da faceforam: zigomática(82,4%), parotídea (64,7%), frontal (64,7%), mandibular(35,3%) e nasal (35,3%). O fototipo prevalente foi o III (50%) . A história familiar de melasma esteve presente em todos os pacientes, e sete deles (58,3%) identificaram como fator associado ao surgimento da doença a gestação. De todos os pacientes, oito (66,7%) referiram, em algum momento da vida, domicílio na zona rural.Principais técnicas histológicas:
De cada paciente foram obtidos dois fragmentos de pele lesada e dois de pele sã (punch 2mm) respeitando o limite máximo de 2cm entre as amostras de pele normal e de melasma. Dois fragmentos de pele foram fixados em formalina10% e processados para o exame histopatológico. As lâminas foram coradas pelo método clássico de hematoxilina-eosina (HE) para análise dasalterações histopatológicas gerais e pela coloração de Fontana-Masson para avaliação da melanina. Para detecção da distribuição dos melanócitos foi realizada reação de imuno-histoquímica, utilizando-se como marcador Melan-A e contracoloração pelo Giemsa. Os outros dois fragmentos foram fixados em glutaraldeído 2,5% para microscopia eletrônica de transmissão. Os cortes histológicos, submetidos à microscopiade luz, corados pelo Fontana-Masson, foram fotografados sob iluminação padronizada, em aumento de400x, empregando câmera digital Sony S75, com resolução de 2592x1944, 24bits de profundidade de cor, armazenados em arquivos *JPEG na qualidade “Fine”. Empregando o software ImageJ 1.34s foram definidas as intensidades de cores que representam a melanina nos cortes, fotografados sob os padrõescitados.11 Após a normalização do histograma de cores e
conversão para 8bits, avaliou-se a densidade de pontos (pixels) com a intensidade da melanina determinada dentre os pixels de espaços interfoliculares da epiderme, compreendendo as regiões entre a lâmina basal e a camada granulosa alta . Os cortes histológicos submetidos à microscopia de luz, marcados pelo Melan-A e corados pelo Giemsa,Melanocitos e hormônios relacionados a este tipo de célula:
Sacre e colaboradores,investigando o melasma idiopático, concluíram que as reservas tireotrófica, prolactínica e gonadotrófica apresentaram-se normais e que, como observaram normofunção ovariana e tireoidiana, não foi possível estabelecer correlação entre os níveis hormonais encontrados e essa forma de melasma. Estudos comparativos de pele...
tracking img