Hisoria da estetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4866 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Desde dos primeiros habitantes da terra, a busca pela beleza é uma conquista a cada dia.

Entretanto mais que um modismo a beleza é um impato visual, em busca da perfeição,

Hoje em dia ela vem visando o equilíbrio do corpo e do bem estar, pois antigamente só se vivia pela beleza superficial, sem higiene pessoal adequada e todos aqueles pós e perfumes, e sem todos os cuidadosnecessário interno para se manter Bem.

Mais coma evolução da Estética o mundo abriu as portas para à tecnologia, novas idéias e novos horizontes foram traçados em busca da verdadeira perfeição, perfeição essa que hoje esta a alcance de todos em qualquer lugar, sendo assim hoje vivemos para beleza interior e a exterior, para assim se mantermos bem com nosso corpo e nossa mente.

Estética naPré-História

Foi no período do Paleolítico que surgiu o Homo Sapiens, isto é, “o homem que sabe”.

Foi neste período que o homem atingiu um grande desenvolvimento da linguagem e da sua capacidade de expressão, surgiu então primeiros vestígios de atividade artística.





Nesta época,surgiu os primeiros utensílios em sílex,feitos sobre lascas,esta técnica foi desenvolvida pelo HOMO SAPIENSdando origem ao “ MÉTODO LEVALLOES “.

O HOMO SAPIENES deu origem ao HOMEM de CRO-MAGNON.Esta sua ultima fase correspondeu a um grande desenvolvimento no progresso da humanidade,começando assim o Paleolítico Superior.





A evolução artística no Paleolítico dividiu-se em vários períodos: o Aurinhacense e nele surgiu a técnica das mãos pintadas em negativo (arte parietal), onde se utilizouum pó colorido a partir de rochas trituradas, misturado com um elemento fixador, provavelmente a gordura animal, que é soprado por um canudo sobre a mão pousada na parede da caverna; surgiram gravações e incisões nas paredes (arte parietal); silhuetas, animais vistos de perfil e utilizavam a pintura mono-cromática.

A principal característica dos desenhos da Idade da Pedra Lascada foi onaturalismo. Surgiram os primeiros trabalhos em escultura que foram as estatuetas femininas como por exemplo a Vénus de Laussel e a Vénus de Willendorf. Estas vénus apresentavam uma deformação a conhecida por “esteatopigia”, ou seja, as partes do corpo relacionadas com a fecundidade estão exageradamente desenvolvidas. O artesão pretendia assegurar não só a fertilidade da sua companheira como tambémdemonstrava uma preocupação com a continuidade da espécie.

As pequenas peças de escultura, como por exemplo a Vénus de Lespugue, houve uma evolução de uma tendência naturalista Tanto na pintura como na escultura notou-se a ausência de figuras masculinas.

É curioso observar que, durante este período, enquanto sociedade humana vivia nas cavernas, em que a sua prioridade era, sem dúvida nenhuma, asobrevivência, o poder do enfeite no rosto, ao mesmo tempo que se pintavam cenas diárias nas paredes, tinha uma enorme carga emocional, uma vez que através dessa pintura se dava a transformação do ser. O homem desta época demonstrou dedicar-se à contemplação da beleza e da estética e, como prova evidente temos as pinturas rupestres e as esculturas, assim como iniciou o uso de pinturas e deenfeites corporais, podendo-se afirmar tratar-se da primeira manifestação do gosto pela maquiagem, pela estética e pela beleza.

Abandonando o Naturalismo, o homem adota uma intenção artística estilizada. As técnicas de desenho e pintura mudaram, passou a haver uma maior preocupação com a distribuição dos elementos no painel, a sensação de movimento, e a perspectiva. Além de desenhos e pinturas, oartista evidenciou uma preocupação estética na criação de objetos produzidos em cerâmica que revelaram a sua preocupação com a beleza e não apenas com a utilidade do objeto.

A arte popularizou-se, o que significa que os cuidados de beleza da época também se difundiram.

Estética na Idade Média



O pensamento Grego que consistia no equilíbrio, na unidade entre o sujeito e o objeto, não só...
tracking img