Hiperatividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3524 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC
FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED
PEDAGOGIA - NOTURNO













PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM I:

1 TDAH


2 (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade)




1 EQUIPE: Ana Alice Silva


1 Cibele Sabóya

Juliana Benevides
Luciana Sales







1


2 FORTALEZA

JUNHO/2004SUMÁRIO





Introdução 1
Aspectos Gerais (Etiologia) 2

1 Características 3

Diagnóstico e tratamento 4
Evolução e implicações 8
Implicações na aprendizagem 9
Conclusão 11
Referências Bibliográficas 12














1 INTRODUÇÃO

Ao falarmos do tema hiperatividade somos automaticamente tomados por muitas dúvidas a respeito doassunto, pois mesmo procedendo uma análise literal do termo, a qual nos faz saber que em linhas gerais significa atividade excessiva, existem muitas divergências em torno do assunto, na própria comunidade científica. Por isso nos ateremos naqueles pontos que hoje representam um consenso entre os especialistas.
Inicialmente, em nossa pesquisa percebemos facilmente a grande quantidade dedenominações dadas ao problema: hiperatividade, lesão cerebral mínima, distúrbio de déficit de atenção, etc. Entretanto, em nosso trabalho, até por uma questão de coerência com relação ao material de pesquisa, trataremos o problema como transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, a não ser quando for relevante para os esclarecimentos expormos outras definições, necessárias à colocação de algunsparâmetros.
Mesmo sendo um problema cujas conseqüências vem sendo observadas a muito tempo só recentemente os especialistas deram maior enfoque ao estudo do distúrbio, o qual pode interferir significativamente na vida das pessoas portadoras, seja no campo pessoal, profissional e acadêmico. Aliás, é exatamente no campo da educação formal, especificamente nos primeiros contatos da criança com a escola,que o problema se evidencia com maior força.
Assim, com a grande carga de informações hoje existentes acerca do assunto torna-se imprescindível mostrarmos neste trabalho, ainda que de forma resumida, alguns pontos relevantes como as possíveis causas do problema, suas características, a melhor forma de diagnosticar e tratar o problema, sua evolução e suas implicações na vida do portador, sobretudo,implicações a nível de aprendizagem escolar.
Falando em implicações a nível educacional não podemos deixar de dar um enfoque especial ao papel do professor, o qual sem dúvida ganha uma importância muito maior, pois o mesmo como parte direta envolvida no processo de aprendizagem deve adotar alguns parâmetros em torno de sua conduta, para que dessa forma possa se adaptar a esse tipo especial dealuno, bem como adaptar esse aluno ao ambiente convencional, ajudando-o não apenas a nível de aprendizagem escolar, mas também na sua vida como um todo.

2 ASPECTOS GERAIS/ETIOLOGIA

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é na verdade um distúrbio estudado desde 1902, pelo médico inglês George Fradick Still, o qual em sua pesquisa descreveu uma série de crianças queapresentavam comportamentos agressivos, indisciplinados, desatenciosos e com pouco autocontrole, sendo que inicialmente o problema foi denominado como um “defeito no controle moral” e atualmente é um dos transtornos mais pesquisados na psiquiatria.
Embora seja conhecida desde o início do século XX a hiperatividade é um distúrbio com estudos recentes. A princípio não existe uma causa específica para oproblema. Os cientistas tem trabalhado com uma verdadeira gama de possibilidades para explicar a origem de tal problema, sendo que até o presente momento fala-se em fator genético, pois cerca de um terço dos pais com hiperatividade tem filhos com o problema; lesões neurológicas mínimas (impossíveis de serem detectadas em exames) que ocorreriam no período de gestação ou nas primeiras semanas de...
tracking img