Hildgard peplau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice
Introdução 2
Hildegard Peplau 3
Dados biográficos 3
Caracterização do modelo em que a teoria de Peplau está inserida 4
Obras publicadas por Peplau 6
Evolução do Modelo de Hildegard Peplau 13
Conceitos do Metaparadigma 15
Conceitos centrais e específicos do modelo 16
Relação entre a teoria de Hildegard Peplau e o processo de enfermagem 19
Papéis de Enfermagem 21Experiências psico-biológicas 22
Aceitação pela Comunidade de Enfermagem 22
Análise Crítica 24
Conclusão 26

Introdução

Hildegard Peplau nasceu em 1909 na Pensilvânia. A sua teoria estava focada em psicanálise. Com este trabalho, pretendemos dar a conhecer e explicar quem foi Hildegard Peplau e como é que o seu trabalho ajudou na evolução da enfermagem psiquiátrica.
A sua fonte teóricacentrou-se sobre a biologia e ciências do comportamento, e evoluiu para a teoria das relações interpessoais.
A enfermagem psicodinâmica consiste em sermos capazes de entender o nosso próprio comportamento para que possamos ajudar os outros a identificar as dificuldades percebidas e aplicar os princípios de questões de relações humanas que surgem em todos os níveis de experiência. A enfermagem é umprocesso importante, interpessoal e terapêutico. Obra em termos de cooperação com outros processos humanos para tornar a saúde uma possibilidade para os indivíduos em comunidades.

Hildegard Peplau

Dados biográficos
Hildegard Elizabeth Peplau nasceu a 1 de Setembro de 1909 em Reading, na Pensilvânia. Foi a segunda de seis filhos do casal Gustav e Ottylie Peplau. Na infância, testemunhou aepidemia de gripe ocorrida em 1918, facto que influenciou bastante a sua compreensão sobre o impacto da doença e da morte nas famílias.
A sua carreira na enfermagem teve início em 1931 com os seus estudos num programa de enfermagem em Pottstown, Pensilvânia. Foi o seu trabalho num acampamento de verão da "New York University" que a levaria a exercer actividades como enfermeira no "Bennington College"onde se licenciou em Psicologia Interpessoal, em 1943. Em Bennington, participou num estudo experimental com Erich From e Frida From-Reichmann, no "Chestnut Lodge", uma instituição psiquiátrica privada. Ali estudou com Harry Stack Sullivan, eminente psiquiatra da época, e começou a dedicar sua vida a entender e a desenvolver a teoria interpessoal de Sullivan com a finalidade de a aplicar à práticade enfermagem.
Entre os anos de 1943 e 1945 constituiu o grupo de enfermeiras do Exército dos Estados Unidos, trabalhando a maior parte desse tempo na Escola Militar de Neuropsiquiatria da Inglaterra, onde teve a oportunidade de conhecer os psiquiatras mais importantes do mundo.
Obteve os seus títulos de Mestre e Doutora no "Teachers College" da Universidade de Columbia, onde foi instrutora edirectora do programa avançado de enfermagem psiquiátrica de 1947 a 1953. Foi também nesse período que formulou sua teoria. No ano de 1948 concluiu o livro "Interpersonal Relations in Nursing"(Relações interpessoais em Enfermagem), o qual só foi publicado quatro anos mais tarde, por ser considerado muito revolucionário para a época que uma enfermeira publicasse um livro sem que houvesse pelo menosum médico como co-autor. Também obteve formação em psicanálise pelo Instituto William Alanson White de Nova York.
No início dos anos cinquenta, facultou aulas de enfermagem psiquiátrica no "Teachers College", nas quais enfatizava a necessidade da experiência clínica com os doentes psiquiátricos. Tornou obrigatório para as enfermeiras, a entrevista com os pacientes, o registo das entrevistasrealizadas e o estudo acerca dos padrões de interacção. Com base nessas notas e na sua experiência pôde formular as definições de ansiedade, conflito e frustração presentes na sua teoria. De 1954 a 1974 trabalhou como professora na Faculdade de Enfermagem de Rutgers e ali criou o primeiro programa de pós-graduação em enfermagem psiquiátrica.
Lutou de forma vigorosa para que as enfermeiras tivessem...
tracking img