Henri wallon

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1100 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sobre a Autora
A autora Isabel Galvão é pedagoga formada pela USP, onde cursou o mestrado (com a dissertação sobre o espaço do movimento: investigação no cotidiano de uma pré-escola a luz de da teoria de Henri Wallon) e doutorado. Atuou como professora de Ensino Fundamental e técnica de programas educacionais voltados para a infância e atualmente trabalha na área de formações de professores.Recebeu o premio Gottfriens Hausmann oferecido pelo UNESCO, pelo artigo “O espaço do movimento: uma analise dos conflitos nas interações entre professor e alunos de uma escola maternal”.
Conteúdo da Obra
No primeiro capitulo a autora relata sobre a vida intensa de Henri Wallon, que foi medico filosofo e se interessou pela psicologia quando estava finalizando seus estudos secundários. Wallon sempredestacava que a pedagogia e a psicologia deveriam andar juntas, pois uma oferecia o campo de estudo para a outra. Wallon viveu um período marcado pelas duas guerras mundiais (1914-1918 e 1939-1945), em 1925 funda um laboratório destinado às crianças ditas deficientes. Em 1942, filiou-se com o partido comunista do qual era simpatizante, em 1948 cria a revista “Enface” e faleceu em 1962.
Nosegundo capitulo a autora relata as criticas feita por Henri Wallon, pois ele ressalta que o homem é um ser psíquico social, ou seja, precisa tanto do interno quanto do externo para que aconteça o seu desenvolvimento, então Wallon adota ao método materialismo dialético, pois este é um método vulnerável, tornando–se apto as mudanças da realidade.
Ainda neste capitulo Wallon diz que o homem é um sergeneticamente social e fez vários estudos de origem patológicos, psicologia animal, mas sempre se baseando na antropologia que estuda as sociedades primitivas com intuito de fazer a percepção entre sociedades primitivas e o desenvolvimento infantil e aderiu às ideias de Piaget e Freud. A autora diz que Wallon para que conseguíssemos entender as crianças é necessário que percebamos o meio em que elaesta inserida, tomando a criança como o ponto de partida.
No terceiro capitulo a autora fala sobre os estudos de Wallon sobre cada etapa do desenvolvimento infantil, a partir do inicio de vida de cada individuo. A autora distingue os conflitos nessa fase que são exógena e endógena, o primeiro de origem social e o segundo de origem maturacional nervosa. Wallon vê os estágios de desenvolvimento comoo primeiro na predominância da emoção, a criança utiliza sua afetividade para auxiliar sua falta de aptidão sobre o meio, já na segunda etapa predomina-se o estágio-motor é o desenvolvimento do simbolismo e da linguagem, a terceira etapa é a formação da personalidade da consciência de si, já no quarto estagio há a diferenciação da personalidade (estagio categorial), e a ultima etapa daadolescência sendo o mais turbulento, aonde a ação hormonal chega ser mais intensa dando uma nova formulação de personalidade.
Indo para o capitulo quatro a autora nos mostra que quando a criança nasce ela não se aceita como um ser independente, já que no primeiro ano de vida ela se coloca em terceira pessoa e a terceira pessoa ela se coloca como eu, isso nos mostra a fase que a criança sente a necessidadede negar o outro para se afirmar como eu, e entra a fase que a criança sente a necessidade de admirar a ela mesma.
Agora no quinto capitulo Wallon nos diz que os primeiros anos de vida da criança são essenciais para a sobrevivência humana, mas com o passar dos anos as emoções vão se manifestando. Wallon faz um grande paralelo com a razão e a emoção, pois muitas vezes a razão nos impede de pensarde forma objetiva.
No sexto capitulo a autora fala que Wallon vê o desenvolvimento cognitivo aumentar a capacidade de independência infantil, mas mesmo assim a criança ainda utiliza objetos como um garfo com uma finalidade lúdica (brincadeira), mas isso não limita as crianças, pois os adultos também usam objetos para se expressar dependendo do contexto onde se esta inserida.
No sétimo capitulo...
tracking img