Hemoglobina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1586 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ROTEIRO DE ESTUDO (AVALIATIVO)

A PARTIR DAS EXPLICAÇOES ACERCA DA DESCOBERTA DE ELETRONS E PROTONS E DOS DIVERSOS MODELOS ATOMICOOS ESTABELEÇA A RELAÇAO COM APLICAÇOES NA BIOMEDICINA:

1- EXPLICAR O FUNCIONAMENTO DO MICROSCOPIO ELETRONICO, DAS LAMPADAS FLUORESCENTES, TUBOS DE TV E FOGOS DE ARTIFICIOS.

O microscópio eletrônico utiliza esse recurso como um feixe de elétrons, emitindopor um filamento de tungstênio, passa por um campo eletromagnético que, imitando a lente de um aparelho optico, concentra o sobre o objeto de estudo. Esse suporte ser analisado dentro de uma câmara de vácuo, para que os elétrons não sofram desvios pelo contato com as moléculas existentes no ar.

As lâmpadas fluorescentes funcionam de modo semelhante aos tubos de descargas de gás neon, possuemum par de elétrons em cada extremo. O tubo de vidro é coberto com um material de base de fosforo. Este, quando excitado com radiação ultravioleta gerada pela ionização dos gases, produz luz visível. Internamente são carregadas com gases insertes a baixa pressão, as mais comuns utilizam o argon. Além da cobertura de fosforo, existem eletrodos em forma de filamento nas suas extremidades. Sua funçãoé pré-aquecer seu interior para reduzir a tensão elétrica necessária a ionização.

Tubos de tv um canhão eletrônico envia um feixe de elétrons, que é desviado eletromagneticamente pela bobinas defletoras e resulta na excitação e emissão de luz no ponto em que atinge a tela.

Fogos de Artificios Os fogos de artifício são, basicamente, um dispositivo que fica envolvido em um cartucho de papel (emgeral, em forma de cilindro). Na parte inferior do cartucho fica o propelente - a carga explosiva que leva os fogos para o alto. Na parte superior fica a 'bomba', com pequenos pacotinhos de sais responsáveis pelas diferentes cores e efeitos que surgem nas explosões. Há dois pavios, um para o propelente, que queima mais rápido, e outro para a bomba, que é mais demorado para que exploda somente nocéu. O propelente mais utilizado é a pólvora negra, uma mistura de nitrato de potássio (KNO3), enxofre e carvão. Esse tipo de pólvora foi descoberto pelos chineses há mais de 2.200 anos e era usado para espantar maus espíritos através de seu barulho e brilho. Outro propelente comum é o altamente explosivo perclorato de potássio (KCLO4), que é misturado com a pólvora. A disposição dos pacotes desais na bomba causa os diferentes desenhos que se formam na hora da explosão.

2- COMO OS RAIOS X SÃO PRODUZIDOS E QUAIS AS SUAS APLICAÇOES.

Os Raios X podem ser produzidos quando elétrons que são acelerados em direção a um alvo metálico.

Através de raios-X podem-se determinar as coordenadas de cada átomo existente numa determinada proteína. Depois, um programa de computador transforma asequencia de átomos em imagens, permitindo ver a estrutura da proteína e medir propriedades importantes da proteína.

3- CARACTERIZE AS PARTICULAS α E β E AS RADIAÇOES ϒ, BEM COMO, SUAS APLICAÇOES.

α : é uma partícula formada por um átomo de hélio com carga positiva. A distância que uma partícula percorre antes de parar é chamada alcance. Num dado meio, partículas alfa de igual energia têm omesmo alcance. O alcance das partículas alfa é muito pequeno, o que faz que elas sejam facilmente blindadas. Uma folha fina de alumínio barra completamente um feixe de partículas de 5MeV. A inalação ou ingestão de partículas alfa é muito perigosa. 

β : é também uma partícula, de carga negativa, o elétron. Sua constituição é feita por partículas beta que são emitidas pela maioria dos nuclídeosradioativos naturais ou artificiais e tem maior penetração que as partículas alfa. O 32 P dá uma radiação beta até 1,7 MeV com uma penetração média de 2 a 3 mm na pele, e alcança, em pequena proporção, 8 mm. Se o emissor beta é ingerido, como acontece nos casos de diagnóstico e terapêutica, os efeitos são muito mais extensos. 

Radiações ϒ: é uma onda eletromagnética. As substâncias radiativas...
tracking img