Grupos sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2790 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PRIMEIRO TÓPICO E TODAS SUAS CARACTERÍSTICAS.

Na Roma Antiga para especificar um novo grupo social que surgiu entre as tribos latinas que seriam introduzidas à agricultura e também escravidão legalizada, foi dado o nome de família que em latim “famulus”, significa “escravo doméstico”. Para os romanos a família era baseada no casamento e no vínculo de sangue.
A família representa um gruposocial simples que influência e é influenciado por outras pessoas e instituições. São pessoas ligadas por um ancestral comum ou ligados por laços sanguíneos, matrimônio ou adoção. Por ser uma unidade social, ela enfrenta várias tarefas de desenvolvimento, diferencia os parâmetros culturais, mas possui as mesmas raízes que compreende tudo de forma global. A família é considerada um sistema demembros interdependentes que interação com outros membros.
Através dos tempos a família vem se transformando, acompanhando mudanças religiosas, econômicas e sócios culturais nas quais se encontram introduzidas. Segundo sociólogos acontecem modificações na forma de estruturação da vida familiar desde a idade média, quando se conciliaram os pilares da família monogâmica, chamada célula manter dasociedade. Em nome da preservação dessa família que até hoje a igreja católica se opõe oficialmente ao divórcio.
Embora os parceiros se unam por livre escolha, tendo laços afetivos como base, na realidade não se sentem obrigados a se manter juntos quando o casamento já não lhes traz felicidade e nem possibilidade de crescimento pessoal e profissional.
Um outro aspecto constante diz respeito àseparação do casal, motivada pela infidelidade, principalmente masculina e quase sempre com mulheres mais jovens. Aliado a isso, a liberdade sexual existente torna-se fator também de separações. A família não é mais a mesma, pois muitas mulheres sustentam a casa sozinha. O pior de tudo são as crianças que ficam sozinhas sem o pai e nem a mãe. Isso porque a mulher precisa trabalhar fora paramanter a prole, daí que seu tempo é pouco para dedicar-se à educação dos filhos. Existem casos também no qual o pai tem um melhor poder aquisitivo que a ex-esposa e assumem os filhos, e é claro que a vítima é sempre a criança, que necessita da presença materna e paterna para viver pelo menos os seus 10 primeiros anos de vida. Seria bom que todo casamento desse certo, mas infelizmente nem todo mundopensa assim.
Na sociedade brasileira atual, o modelo de família nuclear é hegemônico e visto como ideal a ser seguido pela maioria das pessoas, onde a forma de proteção era assegurada por duas vias: uma mediante a participação principalmente masculina de chefe de família no mercado de trabalho e a sua inserção no sistema previdenciário; outra pela participação (em sua maioria feminina). Aprimeira vista isto poderia não ser visto como um traço nacional, já que segundo Saraceno (1995), todos os estados de Bem-Estar estiveram baseados em modelo familiar, no qual as formas de proteção era asseguradas por essas duas vias. Porém, tem sofrido fissuras e outro arranjo familiar tem surgido, percebendo-se um aumento do número de famílias matrifocais como resultado de várias conseqüências.Segundo Kaloustian (1988), a família é o lugar indispensável para a garantia da sobrevivência e da proteção integral dos filhos e demais membros, independentemente do arranjo familiar ou da forma como vêm se estruturando. É a família que propicia os aportes afetivos e, sobretudo materiais necessários ao desenvolvimento e bem-estar dos seus componentes. Ela desempenha um papel decisivo na educaçãoformal e informal, é em seu espaço que são absorvidos o valor ético e humanitário, e onde se aprofundam os laços de solidariedade. É também em seu interior que se constroem as marcas entre as gerações e são observados valores culturais.
Gokhale (1980) acrescenta que a família não é somente o berço da cultura e a base da sociedade futura, mas é também o centro da vida social... A educação bem...
tracking img