Gota

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2896 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

A palavra gota é oriunda do latim guta, que é usada referindo-se a uma doença na qual “gotas de veneno” se depositam nas articulações, tendões e ligamentos das vítimas, causando dor excessiva. O primeiro escrito encontrado sobre esse mal foi de autoria de Hipócrates há 2.500 anos, no qual ele sentencia algumas características dos gotosos:
▪ Os eunucos não têm gota;
▪ Asmulheres só têm gota depois da menopausa;
▪ Os jovens só têm gota após a maturidade;
▪ Na afecção gotosa, a inflamação desaparece em 40 dias;
▪ A gota torna-se ativa na primavera e outono;
▪ O inchaço e a dor não provocam feridas;
É interessante observar que essa doença atinge principalmente pessoas de inteligência elevada, bom humor, dados aos prazeres da vida, comcapacidade de liderança e nível socioeconômico elevado, sendo esse os motivos pelos quais também recebeu o vulgo nome de “A doença dos reis”, nomenclatura utilizada até hoje. Em 1854, foi descoberto o vínculo da doença com a hiperuricemia.
O primeiro tratamento terapêutico eficaz contra ataques agudos da moléstia foi com o uso de colchicina. Em 1950 surgiu o primeiro uricoredutor: Probenecidee anos depois passou-se a utilizar o Alopurinol, uma das drogas mais eficazes para esse fim hoje em dia.

A expressão “gota serena” comumente usada deve-se ao fato de que a doença ataca preferencialmente no sereno ao entardecer.

DEFINIÇÃO

A Gota é uma doença crônica metabólica que só é transmitida através das gerações, não podendo, portanto, ser adquirida pelo convívio com oportador. Ocorre devido aos níveis elevados de ácido úrico, denominado hiperuricemia, que forma cristais de monourato de sódio nas articulações, na membrana sinovial, cartilagens, estruturas periarticulares, nos ossos, tecidos subcutâneos, tendões, rins, e em outros tecidos do corpo, causado inflamações e danos.
O nível elevado de ácido úrico pode ser detectado por exames de urina ou de sangue(quando não há presença de tofos), e caso seja confirmada a hiperuricemia deve-se considerar o possibilidade do surgimento da Gota, entretanto apenas 20% dos hiperuricêmicos são acometidos desse mal, pois a hiperuricemia não implica necessariamente a patologia reumática. A hiperuricemia pode surgir por duas causas: exógenas, onde se inclui o consumo de bebidas alcoólicas e medicamentos que podemdiminuir a filtração glomerular ou o transporte tubular; endógenas, que estão relacionadas à deficiência na filtração glomerular (hipoexcreção) ou no excesso de produção do ácido úrico (hiperprodução), ambas as causas endógenas são ligadas a fatores genéticos.
O ácido úrico é uma substância produzida por nosso organismo quando ingerimos alimentos altamente protéicos, ou seja, as moléculas deproteína são quebradas para a produção de energia e o resultado dessa reação é o ácido úrico.
Vale ressaltar que em muitos casos quem possui o nível de ácido úrico elevado também apresentam hipertensão, são diabéticos, e alto nível de gordura no sangue com aterosclerose, e a descoberta dessa hiperuricemia ajuda no diagnóstico indireto desses problemas pré-existentes. Existe também apossibilidade de se desenvolver algumas doenças renais e também o cálculo renal.
A deposição contínua de cristais de urato nas articulações provoca lesões, limitando os movimentos articulares. Os nódulos duros de cristais são denominados tofos e podem ocorrer nos rins e em outros órgãos, sob a pele da orelhas ou ao redor dos cotovelos. Na ausência de tofos o diagnóstico pode ser feito através deexames de sangue ou radiológico.
Em sua maioria a gota manifesta-se numa crise aguda de artrite sendo mais comum na primeira articulação no hálux. A região afetada torna-se tão sensível ao ponto de qualquer pressão como roupas de cama ou vestuário serem insuportáveis causando dores. Após uma crise aguda o paciente poderá ficar assintomático durante semanas, meses ou até anos sem que surja...
tracking img