Golpe de ariete

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1749 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Golpe de aríete
(Carneiro hidráulico)

A bomba “carneiro”, ou carneiro hidráulico é um dispositivo automático elevador de água. Seu princípio de funcionamento é simples. Um fluxo de água atravessa o corpo do mecanismo e, quando a velocidade desse fluxo atinge um valor adequado, uma válvula o interrompe abruptamente. A energia cinética da água toda (não só a do corpo da bomba, comotambém aquela da canalização) determina no corpo da bomba um violento golpe. Esse golpe é suficiente para empurrar certa quantidade de água a uma boa altura, sendo recolhida numa caixa d’água. A bomba carneiro transforma energia cinética da água em energia potencial. Seu rendimento hidráulico é pequeno.
Se em um conduto (tubulação, cano) que está sendo percorrido por um liquido com uma certavelocidade, interrompermos total ou parcialmente o movimento desse liquido de uma maneira instantânea, no trecho aquém de onde ocorreu o fechamento, teremos necessariamente a anulação ou diminuição da velocidade do liquido. Se o liquido fosse incompressível e o conduto indeformável e, ainda, se a interrupção ocorresse realmente instantaneamente, a energia cinética do liquido deveria anular-se, tambéminstantaneamente, transformando-se em uma sobre pressão de valor extremamente elevado no trecho do conduto em questão.
Na realidade a interrupção não é instantânea, o liquido é sempre compressível (se bem que em valores bem limitados) e ainda, também o conduto é ligeiramente deformável e dotado de uma certa elasticidade; a sobre pressão acima referida, portanto, se mantém sempre de valorfinito e calculável. A coluna de líquido (geralmente, água) localizada aquém da seção na qual se verifica o brusco fechamento, não para toda instantaneamente, mas sim progressivamente. Existe, portanto uma exata seção de separação entre o trecho de coluna liquida já parada, na qual a pressão vai aumentando e o resto do liquido ainda em movimento, que vai comprimindo-se sobre o liquido já parado.Após todo o liquido ter parado, as camadas mais comprimidas reagem elasticamente, pelo que se cria movimento do liquido em sentido inverso e uma progressiva diminuição da pressão de 'cima a baixo'. O fenômeno se repete diversas vezes, até que termina, por efeito dos atritos internos.
Ele toma o nome de golpe de aríete, e é o único caso na hidráulica em que se deve levar em conta acompressibilidade dos líquidos.
Na pratica o problema do golpe de aríete se apresenta nas manobras de abertura e fechamento do distribuidor das turbinas hidráulicas e nas paradas das bombas de elevação. Nestes casos o tempo de fechamento deve ser entendido não em sentido absoluto, mas referido ao tempo de propagação de uma onda de pressão ao longo do conduto e a sua reflexão ao ponto de partida.Portanto, um fechamento que pode supor-se lento para um conduto de pequeno cumprimento pode tornar-se rápido demais para um conduto de comprimento notável. No caso das turbinas hidráulicas, o aumento de pressão que se determina na água em seguida ao fechamento, contrastaria com o próprio movimento de fechamento. O fenômeno pode verificar-se, se bem que de uma maneira menos grave, no momento daabertura do conduto, porque a depressão que se gera provoca também uma onda de sobre pressão de retorno.
O caso mais grave se apresenta indubitavelmente quando se deve cessar bruscamente a distribuição da potencia, porque é improvisadamente cessada a solicitação, ou para verificar-se um defeito, acidente, etc. Neste caso é necessário cessar rapidamente a alimentação da turbina. Porém,independentemente desses artifícios, o tempo de fechamento para evitar sobre pressões é tanto maior quanto maior for o conduto. Devido a isso convém, às vezes, subdividir este em dois trechos separados por um poço piezométrico, ou seja, por uma bacia na qual a água seja livre para oscilar; dessa maneira se impede as ondas de pressão de continuar no trecho do conduto acima do poço.
Se a massa de...
tracking img