Glaucoma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1977 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


O aumento da pressão no olho prejudica o nervo óptico podendo causar cegueira, é chamado de glaucoma, As causas não são bem conhecidas, mas, quase sempre, é hereditário. Os principais riscos são a hipertensão arterial, raça negra e idade avançada.
Existem três tipos de glaucoma: Glaucoma congênito: a criança já nasce com a doença; Glaucoma agudo: olho normal, que sofreum aumento grande e repentino da pressão, causando dor ocular intensa e em geral crises de vômitos; Glaucoma crônico: é o mais freqüente e mais preocupante. Neste caso, o aumento da pressão intra-ocular é progressivo e assintomático, ou seja, a pessoa não percebe que está com pressão elevada e o único meio de detectar a doença é através da medição da pressão ocular na consulta ao oftalmologista.Por isso, o glaucoma crônico é o pior de todos.
A pressão alta intra-ocular acaba matando as fibras nervosas do nervo óptico. A pessoa começa a perder a visão periférica. Quando olha para frente, enxerga nitidamente os objetos que estão mais distantes, porém, não vê o que está nas laterais. É como se estivesse vendo por um tubo. Nos estágios avançados, a visão central também é atingida. Oglaucoma não tem cura, mas pode ser controlado. As pessoas com mais de 40 anos, jovens com histórico familiar da doença e os portadores dos riscos descritos devem, ao menos uma vez ao ano, consultar o oftalmologista.






















2. METODOLOGIA


A elaboração deste estudo foi baseada em pesquisas em artigos eletrônicos via Internet já existente sobre glaucoma.3. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA


3.1 GLAUCOMA




A melhor maneira de proteger sua visão contra o glaucoma é fazer uma consulta oftalmológica. Se você tiver glaucoma, o tratamento pode começar imediatamente. Segunda principal causa de cegueira no mundo (segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS), o glaucoma é uma doença multifatorial complexa, comcaracterísticas específicas, em que ocorre um dano ao nervo óptico e perda progressiva e irreversível do campo visual. Este dano óptico geralmente é causado por um aumento da pressão dentro do olho (pressão intraocular ou PIO), mas pacientes com níveis normais de pressão intraocular também podem desenvolver glaucoma.
O fato é que não existe um nível específico de pressão ocular elevada quedefinitivamente cause o glaucoma. E também não há um nível menor de pressão intraocular que possa eliminar por completo o risco de uma pessoa de desenvolver o glaucoma. É por isso que o diagnóstico precoce e tratamento do glaucoma são as chaves para prevenir a perda de visão. Como é uma doença de caráter hereditário, os familiares de portadores de glaucoma precisam fazer sempre os exames preventivos.Além da hereditariedade, também são considerados pertencentes ao grupo de risco: Indivíduos com mais de 40 anos de idade – o risco de ser portador de glaucoma aumenta com a idade; Etnia negra – os indivíduos desta etnia tendem a desenvolver o glaucoma numa idade inferior à média da população e a probabilidade de ser afetada é quatro vezes maior em relação aos brancos;
Altos míopes –indivíduos míopes que usam lentes acima de seis graus também estão sujeitos a um risco maior de desenvolver a doença; Diabéticos; Pacientes que tiveram trauma ocular ou doenças intraoculares.








3.2 DIVISÃO E SUBDIVISÃO


Glaucoma crônico de ângulo aberto: Ocorre em 80% dos casos e não apresenta sintomas no início. No entanto, se não for tratado precocemente, o paciente pode perder totalmente avisão com o passar dos anos.
Glaucoma de ângulo fechado: Em geral ocorre em pacientes hipermetropes. Cursa com episódios de aumento de pressão intraocular, muitas vezes acompanhados de sensação de peso no olho ou borra mento visual unilateral transitório. Necessitam de tratamento específico, que inclui iridotomia a laser.
Glaucoma agudo - pressão intraocular: Caso de emergência...
tracking img