Giapsicolof

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PALESTRA
O SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO
Os noivos casam prometendo fidelidade sobre o crucifixo.
Vamos partilhar uma experiência vivida num país longe do nosso, na ex-Iugoslávia, que muito sofreu em consequência de uma guerra absurda, que a despedaçou. Trata-se da mais bela das tradições croatas.
Em Siroki Brijeg, entre os treze mil fiéis, não se conta um único divórcio. Não há memória de nenhumafamília se ter desfeito. Será que a Herzegovina goza de um favor excepcional do céu? Existe algum truque mágico contra o demônio da divisão? A resposta é muito simples. Durante séculos, sob domínio turco e depois sob regime comunista, os croatas dessa região sofreram cruelmente por conta da fé cristã.
Eles sabem, por experiência, que a salvação é a Cruz de Cristo. Essas pessoas têm sabedoria,não se deixam enganar quando se trata da vida ou da morte. Por isso, ligaram, indissociavelmente, o casamento à Cruz de Cristo. Fundaram o casamento, que dá a vida humana, sobre a Cruz, que dá a vida divina.
A tradição croata do casamento é tão bela que começa a fazer escola na Europa e nos Estados Unidos.
Quando um jovem casal se prepara para o casamento, não se diz que encontrou a pessoa ideal, omelhor partido. Que diz o padre?
— Tu encontraste a tua cruz. E é uma cruz para amar, uma cruz para carregar, uma cruz que não deves rejeitar, mas amar.
Estas palavras, pronunciadas na França, deixariam o noivo mudo de estupefação, mas na Herzegovina a cruz evoca o amor, o crucifixo é o tesouro da casa. Quando os noivos se dirigem à igreja, levam consigo um crucifixo. Esse crucifixo é benzidopelo padre, e durante a troca de compromisso se reveste de uma importância central. A noiva pousa a mão direita sobre a cruz e o noivo põe a sua sobre a dela. As duas mãos ficam assim reunidas sobre a cruz. O padre coloca a estola sobre as mãos dos noivos, que pronunciam, então, seus compromissos e prometem, mutuamente, fidelidade segundo o rito da Igreja.
Depois disto, os noivos não se beijam,mas beijam a cruz. Beijam, assim, a fonte do amor. Quem se aproxima e vê as mãos deles estendidas sobre a cruz compreende que, se o marido abandona a esposa ou ela abandona o marido, é a cruz que eles abandonam. E quando se deixa a cruz, nada resta, perde-se tudo, porque se deixou Jesus.
Depois da cerimônia, os noivos levam o crucifixo e dão-lhe um lugar de honra na casa. Torna-se o centro daoração familiar, porque têm a convicção de que a família nasceu dessa cruz. Se sobrevém um problema, se há um conflito, é diante dessa cruz que os esposos encontram socorro. Não vão ao advogado, não contam com a ajuda de um psicólogo para resolver seus problemas. Eles vão ao seu Jesus, diante da cruz. Ajoelham, e diante dEle derramam as suas lágrimas, expõem seu sofrimento e, sobretudo, trocam seuperdão. Não adormecem com o coração pesado, porque recorrem ao seu Jesus, ao Único que tem o poder de salvar.
Eles ensinam os filhos a abraçar a cruz de cada dia e a não se deitarem como pagãos, sem ter agradecido a Jesus. Para as crianças, tão longe quanto vão suas recordações, Jesus é o amigo da família que se respeita e se ama. Essas crianças não recebem ursinhos para abraçar durante a noite. Sabemque Jesus os guarda em Seus braços e que nada têm a temer, seus medos extinguem-se no beijo dado a Jesus.

Jesus disse: “Quem despede sua mulher e se casa com outra comete adultério contra a primeira. E se a mulher despede seu marido e se casar com outro comete adultério também.” (Mc 10, 11-12)

O sacramento

Como é significativo quanto os nossos irmãos croatas vivem! Esta é a essência docasamento cristão. A aliança entre marido-mulher é, em primeiro lugar, uma aliança com Jesus. Quebrar a aliança do casamento é quebrar o relacionamento com Jesus.
Com este testemunho, é muito fácil lembrar as palavras de São Paulo sobre o casamento:“ 21Sejam submissos uns aos outros no temor a Cristo. 22Mulheres, sejam submissas a seus maridos, como ao Senhor. 23De fato, o marido é a cabeça...
tracking img