Ggggggg

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3489 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistema Clima Urbano (SCU), encarado como sistema aberto, é decomposto em:
* Acção ecológica natural e as associações ao fenómeno da urbanização
* Fenómenos sociais e económicos (relações invisíveis que se reflectem indirectamente)
* População da cidade, pois aumentam o nº de edificações e viaturas
* Relações sociais e padrões de comportamento humano
Objectivo: Visa compreendera organização climática da cidade pelo desempenho na transformação da energia entrada e pelas modificações na estrutura urbana (importância do Homem).
ESTRUTURA INTERNA DO S. C. U.
* Partes: variáveis ecológica, morfológica e urbana
* Interligação entre as partes
* Entrada de energia
* Saída de produtos (caixa negra)
ELEMENTOS DO S.C.U. (responsabilidade humana)
* Poluiçãodo ar
* Ilha de calor urbano
* Inundações no espaço urbano
S.C.U. – elementos que podem causar entropia (Sub-sistemas)
* Conforto térmico: calor, ventilação e humidade (componentes termodinâmicas)
* Qualidade do ar: poluição do ar, pode estar associada à poluição do solo e da água
* Meteoros do impacto: formas meteorológicas hídricas (chuva, neve, nevoeiros), mecânicas(tornados) e eléctricas (tempestade), podendo causar impacto na vida urbana.
S.C.U. – Auto-regulação: Através do homem urbano que detecta disfunções e propõe decisões→Planeamento→ Objectivos e Políticas→Negantropia ou entropia negativa (sistema organizado).
S.C.U. como sistema aberto:
* Regras
* Estratégias
* Retroalimentação (feed-back): input/output

PLANEAMENTO E A TEORIA DO USO DOSOLO URBANO
S.C.U. inclui o natural e o construído pelo Homem
Admita-se que o centro da cidade, pelos seus atributos de massa de edificações, desenvolvimento vertical, grau de impermeabilização, concentração de tráfego de veículos e de pessoas, aparelhagem de ar condicionado, etc., venha a configurar-se como uma parte importante da estrutura do S.C.U.
A análise termodinâmica da cidade fornece ainformação básica ao arquitecto e ao urbanista. É exactamente nesse nível de criação dos espaços habitacionais e urbanos que se estabelecem os mecanismos de reciclagem e adaptação do sistema urbano ao clima em especial e à qualidade ambiente de modo mais abrangente.
Estudo geomorfológico (para perceber as diferenças de altitude)
* Forças endógenas: processos tectónicos e vulcânicos(investigação geológica)
* Forças exógenas (alimentadas pela energia solar): erosão fluvial, erosão pelos glaciares, pela rebentação das ondas do mar e pelo vento (erosão eólica)

FORMAS DE RELEVO
A Geomorfologia e os seus conceitos fundamentais
As eras geológicas: compartimentações ou unidades cronológicas da história terrestre baseadas nos estádios dedesenvolvimento da vida no globo terrestre. Tal desenvolvimento, por sua vez, é verificado através dos fósseis. No estudo da Geologia, por motivos de convenção científica, as eras são subdivididas em períodos. Estes últimos, por sua vez, subdividem-se em épocas. Toda a história geológica da Terra e suas eras têm os seus registos nas rochas da crusta terrestre.
RECONSTITUIÇÕES PALEOGEOGRÁFICAS DA TERRARift é a designação dada às zonas do globo onde a crusta terrestre sofre uma fractura acompanhada por um afastamento em direcções opostas de porções vizinhas da superfície terrestre.
Em resultado do afastamento das porções vizinhas da crusta, formam-se zonas de abatimento tendencialmente lineares, separadas por escarpas de falha, ou seja zonas de graben (fossa tectónica).
Horst é a designaçãodada a um bloco de território elevado em relação ao território vizinho por acção de movimentos tectónicos.
O território que forma o horst eleva-se devido ao movimento combinado de falhas geológicas paralelas, ou relativamente paralelas, cujo movimento provoca o afundamento dos terrenos vizinhos ou a elevação de uma faixa de terreno entre elas.
O supercontinente do sul Gondwana incluía a maior...
tracking img