Gestao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MEGATENDÊNCIAS

Síntese de Megatrends - John Naisbit
New York, Warner Books Inc., 1982

Em 1982, o futurólogo John Naisbit publicou Megatrends. Um livro que fala das tendências para os anos vindouros. Este livro se tornou um bestseller, e uma fonte obrigatória para se conhecer os novos rumos para o mundo nos próximos 20 anos. Uma das teses de Naisbitt é a de que a melhor maneira de anteciparo futuro é entendendo o presente. Ele descreve o que considera as dez maiores transformações que surgiriam em nossa sociedade. Eis a síntese de seu pensamento.

1. De uma sociedade Industrial para uma sociedade de informação – A era industrial está no fim. Em 1956, pela primeira vez, os trabalhadores White collar que são ligados ao gerencialmente, área mais filosófica e técnica, superaram ostrabalhadores blue collar na história. Desde então, a maioria tem trabalhado com informação, mais do que em produzir bens.


O sociólogo Daniel Bell cunhou a expressão era pós-industrial. A maioria dos trabalhadores atualmente está engajada na criação, processamento e distribuição de informações. Em 1950, apenas 17% dos trabalhadores no Japão estavam em áreas de informação. Atualmente, 65%trabalham como programadores, secretários, contabilidade, gerência, seguro, burocracia, advocacia e área técnica. A maioria dos americanos gasta seu tempo criando, processando ou distribuindo informações. Em Maio de 1983, apenas 12% da força de trabalho americana estava envolvida em trabalhos relacionados ao manufaturamento.

Já em 1979, a ocupação número 1 da América era de secretaria, quesubstituiu o trabalhador, que por sua vez substituíra o trabalhador da zona rural. Analisar estas profissões, segundo ele é analisar a própria história da América:

Fazendeiro---Trabalhador---Secretaria.

No inicio do séc. XX, os fazendeiros eram cerca de 30%, hoje são 3%. Mais pessoas trabalham tempo integral nas universidades atualmente que nas fazendas.

O segundo maior grupo é detrabalhadores especializados, onde o conhecimento é um ingrediente fundamental – advogados, engenheiros, programadores, analistas, médicos, arquitetos, bibliotecários, enfermeiros, etc. Mesmo trabalhadores técnicos precisam hoje de grande quantidade de informações.

A Intel Corp., fundada por Roberto Noyce & Gordn Morre tinha em 1968, 2.5 milhões de capital, em 1982 seu capital de giro era em 900 milhões. Obrain power: conhecimento e tecnologia é que foram importantes para a expansão tão significativa desta empresa..

O recurso estratégico e a informação, pesquisa e educação (brain intensive industry). fizeram os USA explodirem. O novo recurso não é o dinheiro na mão de poucos, mas informação nas mãos de muitos. Conhecimento pode ser criado e destruído – é sinergético (o todo é maior que a somadas partes).

Um exemplo simples para nossa realidade é a explosão da agricultura do Brasil (tecnologia), que só começou a surgir em torno do ano 2000. Mas o que fez a diferença em produtividade e competição foi a tecnologia.

Naisbitt sugere que temos que criar uma teoria do valor do conhecimento, para repor a teoria marxista do valor do trabalho. O que se vende hoje é know-how, habilidadeadministrativa e informação. Edward Denílson (US Dpto of commerce) diz que este foi o fator que mais contribuiu para o crescimento da economia americana de 1948-1973. Dois terços vieram do aumento da educação e pesquisa.

Hoje não se vendem manufaturados, mas idéias (e são caras).

Cerca de 7000 artigos são escritos diariamente, informações técnicas e cientificas aumentam 13% ao ano, e dobram 5.5anos e meio, podendo aumentar em 40% por causa dos novos sistemas de comunicação. Indústria de biologia, biotecnologia, robótica e novas energias serão o novo boom mundial.

2. Da sociedade do Poder para a sociedade High tech-high touch
High tech (tecnologia), que precisa contrabalançar com High touch (interação humana) é a grande exigência do momento. A alienação que a Era Industrial...
tracking img