O perfil e os conceitos na administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1127 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Atividade Avaliativa I:

O perfil e os conceitos na administração















Trabalho apresentado ao Centro de Educação Aberta e a Distância – CEAD, da Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP, como exigência parcial da disciplina Teoria da Administração I para o curso de Administração Pública.
Aluno: Leila Pereira daCosta
Professor: Breynner Oliveira

O texto de Lodi fala das empresas de antigamente. Os empresários não tinham apenas uma função, eles administravam, faziam serviços da tesouraria, faziam todos os trabalhos da empresa que nos dias atuais têm uma pessoa especializada para cada setor. As empresas industriais eram muito pequenas em comparação com as de hoje. Antesda década de 1850, poucas empresas americanas precisavam dos serviços de um administrador em tempo integral, ou poucas exigiam uma estrutura administrativa claramente definida, um empresário ferroviário, estabeleceu organogramas para que as empresas privadas de estrada de ferro tivessem estruturas administrativas modernas. Essas foram as primeiras empresas a terem estruturas administrativasmodernas.
Na década de 1880 – 1890, foi que começou a aparecer a empresa integrada e multidepartamental. Antes disso, a maior parte das empresas apenas manufaturava, comprando suas matérias –primas e vendendo seus produtos através de atacadistas, comissionados ou outros intermediários.
Na década de 1880, as empresas que produziam bens duráveis e tecnicamente complexos começaram ainquietar-se com os canais de vendas. As empresas antes administradas pelos chefes das firmas de famílias associadas passaram a ser operadas por gerentes assalariados. Nessa mesma época, a regra geral era essas corporações, o pequeno escritório executivo se transformava no escritório central que determinava todas as atividades de fábricas ou filiais de vendas e compras. A consolidação também permitiu aconcentração da produção, em poucas fábricas mais favoravelmente localizadas.
A grande empresa consolidada podia, também, gastar mais do que as pequenas na pesquisa e desenvolvimento do produto, assim como na modernização do equipamento. A companhia já não podia depender de atacadistas ou agentes que também vendiam bens de concorrência. O atacadista estava menos interessado em aumentar ovolume de venda, do que ter uma comissão ou “marckup” favorável. Assim a grande empresa decidiu eliminar o intermediário, considerando que poderia vender mais barato ao consumidor final.
A especialização da fabricação em larga escala em fábricas separadas permite a maior utilização da maquinaria e dos processos reduzindo custos de produção; o número de estilos é reduzido e os melhores padrõessão adotados: as fábricas de melhor localização e melhor equipadas são operadas continuamente; os créditos, através de comparações são estabelecidas com maior segurança; a gerência pode ser formada com os melhores e mais caros
especialistas. A organização era uma tarefa tão difícil como a criação dessas empresas. Somente um homem com grande energia e inteligência poderia controlar tudosozinho do alto da corporação. Como muitos americanos acostumavam pensar que dirigir empresa era questão apenas de habilidade pessoal e não de organização.
Diversas dessas corporações e consolidações fracassaram financeiramente entre 1900 e 1914. Muitas corporações eram ineficientes, tinham uma estrutura informal, trabalhavam de forma não planejada.
A ferrovia Pennsylvania foi uma dasprimeiras empresas a estruturar departamentos funcionais em um escritório central. Criaram –se linhas hierárquicas, fortaleceu-se o princípio de unidade de comando .Essa empresa foi também uma das primeiras a distinguir os deveres do vice-presidente do gerente geral, o primeiro cuidando dos assuntos corporativos e a longo prazo, e o segundo das tarefas do dia a dia. Criaram-se também, os conceitos...
tracking img