Gerenciamento de risco resenha

HOLLIWELL, John. Risco: corda suficiente para enforcar o negócio?
Risco é a energia vital do negócio, importando como você lida e a cultura na qual opera com as situações adversas provenientes dorisco, garantindo que este não se torne uma ameaça ao controle dos negócios. A cultura de risco do seu negócio deve ser crítica e determinada com honestidade e clareza pelo alto escalão da empresa e,mesmo que as perdas sejam quantitativas, as combinações para a tomada de decisões diante dos riscos devem ser, em potencial, qualitativas.
O futuro de um negócio pode ser traduzido através da qualidadedas ações tomadas para controlar os riscos. O gerenciamento efetivo dos riscos não deve ser considerado infalível, sem nunca esperar prever cada acontecimento, mantendo o mínimo de surpresasdesagradáveis, em relação à tomada de decisões. O gerente ou o administrador do alto escalão da empresa deve conhecer bem os negócios da empresa a que está inserido e poder detectar os riscos e ameaças,minimizando-os e potencializando as oportunidades que o mercado oferece. Isso inclui, portanto, como bom gerenciamento dos riscos, poderem indicar as ameaças e os riscos, tanto no micro como no macroambiente socioeconômico da empresa.
Portanto, um bom gerenciamento dos riscos é o olhar voltado tanto para dentro da empresa, em todas as suas perspectivas, analisando criticamente tudo o que pode afetar efavorecer o desenvolvimento dos negócios, traduzidos com objetividade e honestidade pelos administradores da empresa, para que os riscos que possam atingir a empresa, em qualquer âmbito, não sejam acorda suficiente para enforcar o negócio.

SANTOMERO, Anthony. A revolução no Gerenciamento do risco.
O maior objetivo do mundo dos negócios é a maximização dos lucros pelos gerentes, com o apoiodos consumidores, com preferência de consumir cada vez mais, com apenas a restrição do limite orçamentário. Um investimento pode ser feito após a análise do que obterão em troca, risco ou retorno....