Gerenciamento de crises.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2676 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE TECNOLOGIA JARDIM----FATEJ.

TRABALHO: GERENCIAMENTO DE CRISES.

TEMA: CONTAMINAÇÃO DO ACHOCOLATADO TODYNHO.

ENTENDENDO O CASO:

Crianças passam mal e fazem RS recolher achocolatado Toddynho.
Redação com Agências2011-09-30 – 16h:11:00.
A Vigilância da Saúde do Rio Grande do Sul decidiu recolher todos os lotes do achocolatado Toddynho no Estado. O órgão está investigando quatro ocorrências de queimaduras na boca de crianças que ingeriram o produto na região metropolitana de Porto Alegre.
A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pediu que a Secretaria da Saúde de São Paulo faça inspeçãoimediata na fábrica do achocolatado em Guarulhos (Grande SP).
Segundo a Anvisa, há problemas em dois lotes do produto, com data de validade de 19 de fevereiro de 2012. O órgão disse ainda que a PepsiCo, responsável pela marca Toddynho,
informou que houve falha na fabricação de lotes que foram enviados exclusivamente ao Rio Grande do Sul.
São considerados suspeitos os lotes de L4 32 a L4 32,Produzidos entre 05:30 e 06:30hs. Do dia 23 de Agosto/11 A Anvisa pede que não sejam consumidos produtos com essa numeração.
Os primeiros resultados de análises feitas em laboratório indicaram que o achocolatado continha um PH considerado muito alto para um alimento.
Em comunicado, a PepsiCo disse que cerca de 80 unidades de 200 ml do produto tiveram alteração e que imediatamente tomou medidas paratirá-las de circulação. A empresa pediu que os consumidores que precisarem de esclarecimentos liguem para o telefone 0800-7032222.
Falou ainda que pauta suas ações "pela ética e transparência" e que segue "rigoroso controle de qualidade" em sua produção.
"A máquina produziu um pequeno lote que não tinha Toddynho. Era uma solução que nós usamos para lavar a máquina: água e uma concentração dedetergentes de 2%", diz Vladmir Maganhoto, diretor de unidade de negócios da PepsiCo.
"Pode conter soda cáustica", completou ele. Sobre o problema, o diretor informou que "houve uma falha no processo produtivo como um todo" e que a empresa está levantando evidências para que a falha não se repita.
Na linha de montagem da fábrica que funciona 24 horas e produz 1,1 milhão de unidades de Toddynhopor dia, o achocolatado já pronto é levado dos tanques, por tubulações, até nove máquinas que envasam o produto.
Depois, as caixinhas são transportadas e estocadas até a distribuição para o país. Um dispositivo de segurança detecta quando o tanque está vazio e interrompe o processo de embalagem. Isso permite a lavagem automática sem que os produtos de limpeza acabem sendo embalados como se fossemo achocolatado.
O funcionário ouvido pela reportagem disse que a falha ocorreu nesta etapa. Maganhoto não precisou qual foi a anormalidade.
Segundo ele, o problema só foi percebido depois de quatro minutos, quando funcionários viram as embalagens saindo quentes da esteira e interromperam o funcionamento da máquina.
O diretor diz que funcionários descartaram "uma grande parte" do que acabara deser embalado, porém, afirma, 80 caixinhas de Toddynho podem ter saído da fábrica com o líquido da limpeza. A empresa tenta retirá-los do mercado.


Veja abaixo íntegra da nota da Vigilância Sanitária no RS.
O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) investiga notificações recebidas da ocorrência de sensação de ardência e irritação na mucosa da boca após a ingestão de achocolatado damarca Toddynho, caixa de 200 mL.
Foram informadas até agora ocorrências desse tipo em cinco municípios:
Porto Alegre - 4 casos
Canoas - 1 caso
São Leopoldo - 1 caso
Gravataí - 4 casos
Passo Fundo - 1caso
Erechim - 1 caso
Até o momento, amostras do lote L4 32 06:08, com data de validade 19/02/2012, estão sendo analisados pelo Laboratório Central do Estado (LACEN). Os primeiros resultados...
tracking img