Gerativismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1079 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ
CENTRO DE FILOSOFIA, LETRAS E PEDAGOGIA
CURSO DE LETRAS LÍNGUA PORTUGUESA
TEORIA E TENDÊNCIAS LINGUÍSTICAS
RESENHA CIENTÍFICA
ELLEN JANINE SILVA

KENEDY, Eduardo. Gerativismo. In: MARTELLOTA, Mário Eduardo. Manual de Linguística. Contexto, São Paulo 2008.
O gerativismo ou gramática gerativa teve seu início a partir dos trabalhos do linguista NoamChomsky. Precisamente em 1957, ano de publicação de seu primeiro livro Estruturas Sintáticas. Existe uma preocupação por parte dos pesquisadores dessa corrente em elaborar um modelo teórico formal inspirado na matemática, capaz de explicar o que é e como funciona a linguagem humana. Ela foi inicialmente formulada como uma oposição e rejeição ao modelo behaviorista da linguagem, que interpretava alinguagem humana como um condicionamento social. Bloomfield (behaviorista) defendia que a linguagem humana era um fenômeno externo ao indivíduo, um sistema de hábitos gerado como resposta a estímulos e fixado pela repetição. Chomsky, em uma resenha do livro “Comportamento Verbal” de Skinner criticou a visão condicionada da linguagem, afirmando que todo ser humano era um ser criativo, capaz de construirfrases e ideias novas, jamais proferidas antes, e também aplicando em sua fala regras gramaticais informais.
Ao contrário dos behavioristas, que afirmavam ser a linguagem um fenômeno externo, Chomsky afirmou ser ela um fenômeno interno do falante, uma capacidade genética. Esta capacidade inata foi denominada como faculdade da linguagem, ou seja, é a partir do gerativismo que as línguas deixam deser interpretadas como sendo resultantes da interação ou comportamento social, e passam a ser encaradas como uma faculdade mental natural, permitindo aos humanos desenvolver uma competência lingüística.
Segundo Kenedy, os gerativistas vêm elaborando diversas teorias com o intuito de explicar o funcionamento da linguagem na mente humana, procurando analisar a linguagem de uma forma matemática eabstrata, aproximando-se da linha interdisciplinar com as ciências cognitivas (estudos da mente humana). A partir daí, foram construindo-se os modelos teóricos chomskyanos do gerativismo: a gramática transformacional e a gramática universal.
O primeiro modelo teórico elaborado foi o da gramática transformacional ou a gramática como sistema de regras que foi desenvolvido entre as décadas de 60 e 70do século XX. Os objetivos da gramática transformacional consistiam em descrever como os constituintes das sentenças eram formados, e como esses constituintes se transformavam em outros, por meio da aplicação de regras. Chomsky defende que todo ser humano carrega uma gramática internalizada, uma gramática própria que se desenvolve tomando com o tempo uma forma. Como por exemplo, uma criança queobserva a fala de um adulto, ela assimila e cria as próprias regras ao falar em repetição ao que foi observada, ela internaliza a fala do adulto que serviu como um modelo de regras para a aquisição de sua própria linguagem.
Os behavioristas acreditavam que isso era um processo de imitação externo, porém os gerativistas afirmam que esse fenômeno nada mais é do que uma gramática interna que cadafalante de uma língua possui dentro de si, em sua mente, que se desenvolve e toma forma com o tempo. Os gerativistas também procuram compreender como ocorre na mente dos falantes de uma língua a intuição sobre as estruturas sintáticas. É um conhecimento implícito em que o falante distingue frases gramaticais e agramaticais, mesmo sem utilizar os conhecimentos da gramática normativa. Esse conhecimentoinconsciente que o falante possui é denominado pelos gerativistas de competência lingüística que "é o conhecimento tácito das regras que governam a formação de frases da língua". (KENEDY, 2008, p. 133)
De acordo com o modelo transformacional, os itens lexicais se organizam através de relações estruturais, ou marcadores sintagmáticos e esses sofrem regras de transformação, formando assim outras...
tracking img