Geopolitica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (274 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OS MEGABLOCOS OU MERCADOS REGIONAIS

Uma das ideias a respeito pelo poder no mundo pós-guerra fria é os megablocos “ou blocos regionais” depois ocorre outras similares comocompetição/cooperação econômica, o que foi um choque de civilizações, pondo o fim da historia geoeconomia substituindo à geopolítica.
“Os “megablocos dominam o cenário mundialque se divide em três” blocos regionais”
O norte americano (liderados pelos Estados unidos) o europeu, que inclui a África (comandada pela Alemanha) e o asiático que inclui aOceania (capitaneando o Japão e ou china).também se especula a respeito de um bloco liderado pela Rússia (a CEI ). Essa interpretação se consolidou por volta de 1989-1990quando parecia o final da bipolaridade, a primeira reação de alguns foi identificar novos blocos. Já existia o crescimento econômico da Europa ocidental e do Japão desde 1970, queconstitui a chamada “tríade “ do mundo capitalista.cujo exemplo foi imitado em varias partes do mundo(NAFTA ,MERCOSUL ,APPEC,as tentativas de criar a ALCA ). Em 1980 muitosjá falavam em fortaleza europeia.
Do ponto de vista geopolítico essa ideia de blocos de poder é duvidosa, pois esses mercados regionais ou ALCA na maior parte das vezes(NAFTA,APEC, ALCA), que possui uma coesão político-diplomatica menor ainda que um mercado regional, tem uma atuação essencialmente comercial, e nos assuntos políticos e militares,eles com exceção parcial da união europeia , não atuam conjuntamente como sujeitos.
Ademais, os avanços no processo de globalização relativizam esses mercados pretensamentefechados. Como afirmou um ex-secretário geral adjunto da ONU:
É um equivoco falar em blocos comercias como se todas as formas de associação comercial fossem equivalentes.
tracking img