Geografia de transportes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2841 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO DE FORMAÇÃO DE FORMADORES DE TRANSPORTES PÚBLICO DE PASSAGEIROS



MANUAL DO MODULO GEOGRAFIA

Conteúdo: - Leitura e interpretação de mapas;

- Estrutura de rede rodoviária nacional;

- Percursos turísticos;

- Actividades



Formador: Gustavo Pereira













GEOGRAFIA


A geografia é uma ciência que tem por objectivo o estudo da superfícieterrestre e a distribuição espacial de fenómenos significativos na paisagem.

A geografia é uma Ciência que estuda a relação entre a Terra e seus habitantes.

Uma das principais tarefas da geografia é dizer onde se situam as diferentes localidades do mundo e interpretar as vantagens e as desvantagens da localização. Assim que o homem começou a se afastar dos limites da sua casa, precisou medir asdistâncias e registar essas medidas. Começou a desenhar mapas grosseiros para mostrar as distâncias e as direcções. No século XV, quando começou a grande era das explorações, mais que nunca foram necessários cartógrafos (desenhistas de mapa) para registar as descobertas dos novos continentes e oceanos. Os mapas não apenas mostram onde se localiza um lugar, mas também fornecem sua posição comrelação a outros lugares.

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE MAPAS

Para ler um mapa, primeiro precisamos verificar o título para vermos de que assunto se trata. Depois, olhamos para o mapa e identificamos as cores usadas e onde elas estão. Os mapas mostram suas informações por meio de símbolos e cores.

Mas, para conhecer o que cada símbolo e cor significam, temos que ler em algum lugar: aí é que entra alegenda do mapa.


Para saber o que cada cor significa, temos que olhar para a legenda, que é o local do mapa onde está escrito o que aquelas cores querem dizer.

A legenda nada mais é que a explicação dos símbolos e cores que vemos nos mapas. Normalmente, ela está no canto direito ou esquerdo do mapa, na parte de baixo. Clique na imagem acima e visualize a legenda.



COMO INTERPRETARREDUÇÕES EM MAPAS


O mapa é uma imagem reduzida de uma determinada superfície. Essa redução feita com o uso da escala - torna possível a manutenção da proporção do espaço representado. É fácil reconhecer um mapa do Brasil, por exemplo, independente do tamanho em que ele é apresentado, pois a sua confecção obedeceu a determinada escala, que mantém a sua forma. A escala cartográficaestabelece, portanto, uma relação de proporcionalidade entre as distâncias lineares num desenho (mapa) e as distâncias correspondentes na realidade.

As escalas podem ser indicadas de duas maneiras, através de uma representação gráfica ou de uma representação numérica.

Escala gráfica


A escala gráfica é representada por um pequeno segmento de recta graduado, sobre o qual está estabelecidadirectamente a relação entre as distâncias no mapa, indicadas a cada trecho deste segmento, e a distância real de um território. Observe:

| |
|[pic] |


De acordo com este exemplo cada segmento de 1cm é equivalente a 3 km no terreno, 2 cm a 6 km, e assim sucessivamente. Caso a distância no mapa, entre duaslocalidades seja de 3,5 cm, a distância real entre elas será de 3,5 X 3, ou 10,5 km (dez quilómetros e meio). A escala gráfica apresenta a vantagem de estabelecer directa e visualmente a relação de proporção existente entre as distâncias do mapa e do território.

Escala numérica


A escala numérica é estabelecida através de uma relação matemática, normalmente representada por uma razão,por exemplo: 1: 300 000 (1 por 300 000). A primeira informação que ela fornece é a quantidade de vezes em que o espaço representado foi reduzido. Neste exemplo, o mapa é 300 000 vezes menor que o tamanho real da superfície que ele representa.

Na escala numérica as unidades, tanto do numerador como do denominador, são indicadas em cm. O numerador é sempre 1 e indica o valor de 1cm no...
tracking img