Genoma mitocondrial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1185 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Genoma Mitocondrial



Par esta associado a mudanças no pequeno gene de RNA, outras mutações como oli estão associadas a alterações em várias sub-unidades da enzima ATPase. Por outro lado, as mutações mit são lesões em várias subunidades de citocromo oxidase ( I II ) ou no gene de citocromo b. Além disso, vários outros genes são indicados, como os para para tRNAs mitocondriais e umgene para uma proteína associada a ribossomo.
As mais notáveis são os íntrons em vários genes, a subunidade I da citocromo oxidase contém nove íntrons. Os íntrons nos genes mitocondriais são relativamente raros em genes nucleares de leveduras e o unassigned frames foi surpreendente.Elas são seqüências que tem códons de iniciação corretos e não são interrompidas por códons de iniciaçãocorreto e não são interrompidas por códons finalizadores. Algumas URFs dentro de íntrons parecem especificar proteínas importantes na remoção dos próprios íntrons no nível de RNA.
Ele tem duas funções: codifica algumas proteínas que estão na, ou associadas a, cadeia de transporte de elétrons e codifica algumas proteínas, todos os tRNAs e ambos os rRNAs necessários para a síntese deproteínas mitocondriais. Estas funções são codificados por genes nucleares com mRNA traduzido em ribossomos citosólicos, seguido do transporte dos produtos paras as mitocôndias.
Existe uma divisão de trabalho entro o DNA nuclear e o mitocondrial, algumas subunidades especificas são codificadas pelo mtDNA em um organismo mas pelo DNA nuclear em outro, ocorrendo uma transposição evolutivas deinformação entre estas organelas, também há evidencia de transposição entre mitocôndias e cloroplastos. Além disso, os pseudogenes inativos são detectáveis no núcleo, mostrado homologia com genes mitocondriais.




Um esquema geral do genoma de cloroplasto





O cpDNA de várias espécies hoje já esta complemente sequenciado, as moléculas de cpDNA variam de 120 a 200 kb em empeceisdiferentes de plantas. Em Marchantia o tamanho molecular é de 121 kb, o sequenciamento de 121.000 nucleotideos não nos diz automaticamente quais genes estão presentes. A presença de genes é deduzida pela detecção de matrizes abertas de leitura, seqüências longas que começam com um códon iniciador mas que não São interrompidas por códons finalizadores, exceto no término.
A maioria das ORFstenha sido mapeada, algumas ainda são matrizes de leitura não mapeada. A maioria dos genes codificantes de proteínas foi mapeada comparando-se a seqüência de aminoácidos prevista com as das proteínas conhecidas de cloroplasto, mitocondriais e bactérias. Outros genes, como os de rRNAs e tRNA, foram mapeados por experimentos de hibiridação, usando genes conhecidos de outros organismos como sondas.Existe cerca de 136 genes na molécula de Marchantia, incluindo quatro tipos de rRNA, 31 tipos de tRNA e cerca de 90 genes de proteina. Dos 90 genes de proteínas , 20 codificam funções de fotossintese e transporte de elétrons. Os genes que codificam funções de tradução compreendem cerca de metade do genoma do cloroplasto e incluem as proteínas e tipos de RNA necessários para a tradução naorganela.
As repetições invertidas são encontradas no cpDNA de virtualmente todas as espécies de plantas. Existindo algumas variações quanto a quais genes estão incluídos na região de repetição invertida, e portanto no tamanho relativo desta região.
Como o mtDNA, o cpDNA coopera com o DNA nuclear para fornecer as subunidades as subunidades das proteínas funcionais usadas dentro daorganela. Os componentes nucleares são traduzidos fora no citosol e então transportados para o cloroplasto, onde são montados, juntamente com os componentes produzidos na organela. As mutações nos componentes nucleares dos complexos fotossinteticos são herdadas como alelos mendelianos.


Doenças mitocondriais em humanos.


Ocorre as mutações no DNA mitocondrial, estas mutações são...
tracking img