Gasometria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2234 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GASOMETRIA















FACULDADE DE SAUDE IBITURUNA
MONTES CLAROS JUNHO/201
A gasometria consiste na leitura do pH e das pressões parciais de O2 e CO2 em uma amostra de sangue. A leitura é obtida pela comparação desses parâmetros na amostra com os padrões internos do gasômetro. Essa amostra pode ser de sangue arterial ou venoso, porém é importante saber qual a natureza daamostra para uma interpretação correta dos resultados. Obviamente, quando se está interessado em uma avaliação da performance pulmonar, deve ser sempre obtido sangue arterial, pois esta amostra informará a respeito da hematose e permitirá o cálculo do conteúdo de oxigênio que está sendo oferecido aos tecidos. No entanto, se o objetivo for avaliar apenas a parte metabólica, isso pode ser feito atravésde uma gasometria venosa.
As diferenças entre os valores normais dos parâmetros gasométricos do sangue arterial e do sangue venoso são mostrados no quadro abaixo:
Parâmetro Sangue arterial Sangue venoso
pH 7.35 a 7.45 0.05 unidades menor
PaCO2 35 a 45 mmHg 6 mmHg maior
PaO2 70 a 100 mmHg ~ 50% (35 a 50 mmHg)
É importante ressaltar que o valor de bicarbonato expresso na gasometria não émedido diretamente e sim calculado através da equação de Henderson-Hasselbach, usando os valores de pH e pressão parcial de gás carbônico (PaCO2) medidos, onde:
pH = pK +


AMOSTRA UTILIZADA
Sangue total, arterial ou venoso, em seringa heparinizada, o volume mínimo da amostra é de 5,0mL de sangue total. A conservação da amostra varia de acordo com o sangue colhido, por exemplo se a amostra for:
ARTERIAL
- Enviar na própria seringa até 2 horas após a coleta em gelo reciclável para unidade matriz.
Vedar a agulha com rolha de borracha.
VENOSA
- Enviar na própria seringa, 10 minutos em temperatura ambiente ou até 2 horas após a coleta em
gelo reciclável para unidade matriz. Vedar a agulha com rolha de borracha.
É extremamente importante não deixar bolhas de ar na seringa durante acoleta. E colher sempre sangue da artéria radial, a não ser que o médico solicite uma coleta diferenciada.


PROCEDIMENTO TECNICO PARA COLETA DA AMOSTRA
TECNICA DE PUNÇÃO ARTERIAL
1. Lavar as mãos;
2. Desinfetar o garrote com álcool à 70%
3. Reunir o material e levar para a unidade do paciente;
4. Explicar o procedimento ao paciente e solicitar a sua colaboração;
5. Calçar as luvas deprocedimento;
6. Perguntar ao paciente se tem alergia a anestesia e se está usando anticoagulante;
7. Injetar via SC pequena quantidade de anestésico local (0,3ml), que não contenha adrenalina, fazendo um botão anestésico que será massageado. Utiliza-se seringa de insulina com agulha fina. Como a anestesia local evita a dor, diminui a ansiedade e a hiperventilação, deve-se insistir na anestesiapara punção arterial;
8. Colocar o punho do paciente hiperestendido;
9. Utilizar preferencialmente seringas de vidro (menor resistência), pequenas (3ml), previamente lubrificadas com heparina;
10.Introduzir a agulha com o bisel voltado contra a corrente, formando um ângulo aproximado de 45 graus com a pele;
11.Em condições ideais, deve-se obter um fluxo de sangue capaz de elevar o êmbolo daseringa de forma passiva (sem aspirar), colhendo entre 2-5ml;
12.Comprimir com força o local da punção por aproximadamente 5 minutos, para prevenir a formação de hematoma. Alguns pacientes necessitam uma compressãomais prolongada;
13.Garantir o fechamento hermético da seringa utilizando pasta na ponta da agulha, ou outro meio semelhante.

TECNICA DE PUNÇÃO VENOSA




1. Lavar asmãos;
2. Desinfetar o garrote com álcool à 70%;
3. Reunir o material e levar para a unidade do paciente;
4. Explicar o procedimento ao paciente e solicitar a sua colaboração;
5. Calçar as luvas de procedimento;
7. Escolher o local de inserção, priorizando inicialmente os membros superiores e os locais mais distais do braço, o que permitirá punções sucessivas acima do local escolhido. É...
tracking img