Fundamentacao da metafisica dos costumes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7864 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES

Por fundamentação de uma metafísica dos costumes, Kant pretende estabelecer as condições de possibilidade de uma Lei Moral Universal dirigindo a ação do homem emancipado que manifesta sua autonomia a partir da razão pura prática que identifica condições a priori de sua vontade.

Para entendermos como ele fundamenta essas condições, dividiremos aanálise de acordo com as partes do texto desenvolvido pelo próprio Kant, ou seja:

• Prólogo ou Prefácio
• Primeira Seção: Transição do conhecimento moral da razão comum para o conhecimento filosófico
• Segunda Seção: Transição da filosofia moral popular para a metafísica dos costumes
• Terceira Seção: Transição da metafísica dos costumes para a crítica da razão prática pura

Prólogo ou PrefácioÉ no prólogo que Kant apresenta seu projeto de identificação e estabelecimento do princípio supremo a priori da moralidade humana, justificando-o e definindo tanto o tema quanto a estrutura e o método a serem utilizados.

A partir da divisão que se faziam da antiga filosofia grega, Kant identifica os princípios pelos quais cada uma das divisões se baseava a fim de justificar seu projeto. Elecomeça postulando que todo conhecimento racional ou é material ou é formal, isto é, ocupa-se dos objetos ou da forma que a razão, em si mesma, pode conhecer-los; independente deles.

A Filosofia Material se ocupa, na divisão da antiga filosofia grega, da Física (ocupando-se dos objetos materiais e das leis que os regem) e da Ética (ocupando-se das leis que regem a liberdade e o agir humano). Porsua vez, a Filosofia Formal se ocupa da Lógica.

A Filosofia Material possui uma parte empírica tanto se tratando da Física quanto da Ética; ambas às voltas de como a natureza é afetada pelas Leis da Física assim como a natureza afeta a moralidade humana. A Física trata de como as coisas “acontecem” e a Ética de como elas “deveriam acontecer”. Essa parte empírica dessas ciências baseia-se emprincípios da experiência e é objeto da Filosofia Empírica.

No entanto Kant menciona outra parte da qual a Filosofia deva apresentar suas teorias derivando-as exclusivamente de princípios apriorísticos, denominando-a Filosofia Pura. A Filosofia Formal não possui parte alguma empírica, já que a Lógica é o cânone pelo qual a razão conhece o mundo, independente de qualquer experiência sensível, elaé, por excelência, Filosofia Pura. Porém, dentro da Filosofia Formal existem investigações que se limitam a determinados objetos do entendimento, que recebe o nome, segundo Kant, de Metafísica.

Dentro da Filosofia Material, então, na sua parte não empírica, Kant constrói a idéia de uma dupla metafísica, a Metafísica da Natureza e a Metafísica dos Costumes e dessa forma delimita seu objeto deestudo do qual partirá suas investigações para o encontro de sua fundamentação.

Através de uma analogia com a eficiência da divisão do trabalho nas indústrias, Kant justifica sua separação da Metafísica dos Costumes como um objeto específico que se justifica pela melhor abordagem a ser dada dessa forma, partindo então para justificar o projeto como um todo.

Seu projeto é identificar umaFilosofia Pura Moral que se desvincule da Antropologia, isto é, abstraia o caráter particular e contingente da ação moral tomada a partir do homem em sua relação com o mundo e consiga depurá-la ao ponto de estabelecer princípios apodícticos; exprimir uma necessidade lógica absoluta, cuja validade seja universal. Para Kant é inconcebível uma Lei Moral que tenha qualquer um de seus fundamentos apoiados embases empíricas. Toda Filosofia Moral deve se apoiar somente em sua parte pura, ou seja, somente em sua parte formal e metafísica, extraída de si mesma, de forma lógica e racional.

O surgimento do ato moral precisa ter seu fundamento de forma necessária e universal, logo, livre das condições empíricas históricas, sociais, psicológicas e antropológicas. Uma ciência que busca o fundamento do...
tracking img