Fobia social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 61 (15246 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FOBIA SOCIAL
A Fobia Social é um transtorno caracterizado por medo persistente de situações sociais, como por exemplo a exposição a pessoas que não da família ou possíveis e a questionamentos por terceiros. Essas situações costumam ser evitadas e, quando defrontadas, se acompanham de ansiedade intensa, angústia e sintomas autossômicos (do sistema nervoso autônomo).
Normalmente opaciente com Fobia Social se sente como se fosse ser humilhado publicamente ou colocado em situações embaraçosas. São exemplos dessas situações o medo das apresentações em público, de alimentar-se em local público, de utilizar um sanitário público, de conversar com pessoas estranhas, etc.
Na realidade, a essência da Fobia Social é o medo extremo de se expor e de ser examinado pelos outros emsituações sociais e/ou de performance pessoal, com subseqüente embaraço ou sensação de humilhação, o que freqüentemente culmina na evitação destas situações ou severa ansiedade com sintomas autossômicos.
Apesar de ser um transtorno comum, os pacientes são muito relutantes em buscar tratamento especializado, o que acaba acontecendo muito tardiamente porque a maioria não acredita que possahaver cura. 
Assim sendo, mesmo a Fobia Social tendo forte impacto pessoal e severo prejuízo sócio-ocupacional, apenas de 4% a 5% dos pacientes procura o auxílio profissional especializado precocemente. Isto se deve, provavelmente, à falta de conhecimento sobre esse transtorno por parte dos pacientes, e mesmo por parte dos profissionais de saúde. 
Um certo nível de desconforto frente acertas situações sociais pode ser interpretado como normal pelo paciente, ou banalizado pelos familiares e amigos, existindo ainda certo estigma social pela procura de um psiquiatra para tratamento.
A relação entre a Fobia Social e o alcoolismo é complexa. Os problemas com o álcool tipicamente se desenvolvem secundariamente à Fobia Social , com pacientes referindo que eles encontram ajudano álcool, frente aos sintomas da ansiedade. 
Contudo, o consumo excessivo de álcool pode precipitar os sintomas ansiosos, estabelecendo um círculo vicioso de ansiedade e alcoolismo. As taxas de prevalência de alcoolismo em pacientes com Fobia Social variam de 14% a 40%. Por outro lado, as taxas de Fobia Social em alcoólatras variam de 2,4% a 57%.
Veja Fobia Social

| |
|4- FOBIA SOCIAL          |
|(ESTADO FÓBICO, FOBIA SIMPLES E SOCIAL)|
|As FOBIAS SOCIAIS estão centradas em torno de um medo de expor-se a outras pessoas e tem, como conseqüência, o afastamento e evitamento sociais. Podem ser específicas |
|às situações de comer ou falar em público mas podem ser mais difusas, envolvendo quase todas as circunstânciassociais fora do ambiente familiar. Neste caso, entre as |
|situações fóbicas que invariavelmente resultam na evitação do objeto, atividade ou situação socialmente temidos, destaca-se o medo de humilhação e embaraço em lugares |
|públicos, o medo de comer em público, falar em público, urinar em banheiro público e, muito freqüentemente, de assinar cheques à vista de pessoas estranhas.|
|A exposição à situação social ou de desempenho provoca, quase que invariavelmente, uma resposta imediata de ansiedade, a qual pode assumir a forma de um Ataque de |
|Pânico ligado à situação ou predisposto pela situação. |
|DIRETRIZES E CRITÉRIOS DE DIAGNÓSTICO...
tracking img