Fmea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2557 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos
Produto: Monóxido de Carbono FISPQ nº: P-4576-G

1 – Identificação do Produto e da Empresa Produto: MONÓXIDO DE CARBONO Código do Produto: P-4576-G Nome(s) Comercial(s): Monóxido de Carbono Empresa: White Martins Gases Industriais S.A. o Rua Mayrink Veiga n 9, Centro – Rio de Janeiro/RJ CEP: 20090-050

Site: www.whitemartins.com.brTelefone de Emergência: 0800 218471 Para maiores informações de rotina consulte o fornecedor White Martins mais próximo.

2 – Composição e Informações sobre os Ingredientes Este produto é uma substância pura e esta seção cobre os materiais dos quais este produto é fabricado. Para misturas deste produto, requisite a FOLHA DE DADOS DE SEGURANÇA DO PRODUTO de cada componente. Veja seção 16 para maisinformações importantes sobre as misturas.

Nome Químico: Monóxido de Carbono Sinônimo: Óxido Carbonico, Óxido de Carbono. Ingredientes Monóxido de Carbono CAS 630-08-0 Concentração (%) 99,0 min. LT (TLV) Limite de Tolerância 25 ppm

Grupo Químico: Não aplicável

3 – Identificação de Perigos

EMERGÊNCIA
PERIGO! Gás a alta pressão, inflamável, tóxico e sem odor. Age no sangue, causando danosao sistema nervoso central. Pode ser fatal, mesmo com oxigênio suficiente. Pode formar misturas explosivas com o ar. A inalação é prejudicial. Máscara de proteção autônoma deve ser utilizada pela equipe de salvamento. Odor: não tem

Monóxido de Carbono Elaborado: Dez/2001

Página 1 de 7

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos
Produto: Monóxido de Carbono FISPQ nº: P-4576-GValor Limite de Tolerância (LTV): Veja seção 2. O LTV deve ser usado como parâmetro no controle de riscos à saúde, e não como uma linha divisória entre concentrações seguras e perigosas. EFEITOS DE UMA ÚNICA SUPEREXPOSIÇÃO (AGUDA): INALAÇÃO: Depende da concentração e duração da exposição. Pode causar dor de cabeça, sonolência, confusão, angina, cianose, palidez, vertigem, excitação, respiraçãoofegante, excesso de salivação, náuseas, vômitos, alucinações, convulsão, e inconsciência. Quando o envenenamento está bem caracterizado, a superfície da mucosa estará com cor vermelho brilhante (vermelho cereja). A falta de oxigênio pode matar. INGESTÃO: É uma maneira improvável de exposição. Este produto é um gás na temperatura e pressão normais. CONTATO COM A PELE: Não há evidência de efeitosadversos através das informações disponíveis. CONTATO COM OS OLHOS: Não há evidência de efeitos adversos através das informações disponíveis. EFEITOS DA SUPEREXPOSIÇÃO REPETIDA (CRÔNICA): A exposição repetida de CO leva a hipoxia celular que poderá causar danos gradativos ao Sistema Nervoso Central (SNC), com perda do tato nos dedos, memória fraca e confusão mental. OUTROS EFEITOS DA SUPEREXPOSIÇÃO:Outros efeitos incluem embriotoxicidade, alteração na função cardiovascular, edema pulmonar, pneumonia, dano neuropsiquiátrico total, redução da memória, dano SNC permanente e edema cerebral com danos irreversíveis no cérebro. Mais tarde, desmielinização fatal que é rara, mas possível, complicação. CONDIÇÕES CLÍNICAS AGRAVADAS PELA SUPEREXPOSIÇÃO: Devido a hipoxia da formação carboxi-hemoglobina,pode gravar insuficiência circulatória coronária e cerebral, já existentes. SIGNIFICANTES INFORMAÇÕES LABORATORIAIS COM POSSÍVEL RELEVÂNCIA PARA A AVALIAÇÃO DOS RISCOS PARA A SAÚDE HUMANA: Monóxido de Carbono causa toxidez embriofetal em animais de laboratório. Mas somente com doses que causem toxidez materna. Não há informação disponível a respeito da possibilidade do efeito em seres humanos.CARCINOGENICIDADE: Monóxido de Carbono não é listado como carcinogênico pelos órgãos NTP, OSHA e IARC.

4 – Medidas de Primeiros Socorros INALAÇÃO: Imediatamente remova para o ar fresco. Administre respiração artificial se não estiver respirando. Se a respiração estiver difícil, uma pessoa qualificada deve administrar oxigênio. Chame um médico imediatamente. INGESTÃO: É uma maneira pouco provável...
tracking img