Fisiologia Renal

Páginas: 8 (1984 palavras) Publicado: 16 de julho de 2013
Faculdade de Medicina do Porto
Serviço de Fisiologia

FISIOLOGIA RENAL


Funções renais
Anatomofisiologia renal
Princípios da formação de urina
Filtração
– barreira de filtração
– regulação da GFR

• Reabsorção tubular de NaCl e água
• Regulação da osmolalidade dos fluídos corporais
– osmorregulação
– ADH
– formação de urina concentrada

Funções renais
• FunçõesHomeostáticas:
1 - Regulação do volume plasmático e do equilíbrio
hidrolítico;
2 - Regulação da osmolalidade sanguínea;
3 - Manutenção do equilíbrio electrolítico;
4 - Regulação do equilíbrio ácido-base;
5 - Excreção de metabolitos e de substâncias exógenas.

Funções renais
• Funções bioquímicas:
1 - Produção de hormonas
• renina, eritropoietina, calcitriol

2 - Produção de substâncias bioactivas3 - Síntese de glicose, angiotensinogéneo e
amónia
4 - Metabolismo de algumas substâncias

Anatomia Renal
• Rins
– Orgãos retroperitoniais
– Corte coronal
• Cortéx
• Medula
– Externa
– Interna

Nefrónio
• É a unidade funcional do
rim:
– Nefrónios corticais
• Tornam a urina fluída
– Nefrónios justamedulares
• Tornam a urina
concentrada

Nefrónio
• Dois componentes:
–Vascular
• glomérulo

– Tubular






tubulo proximal
ansa de Henle
tubulo distal
tubulo colector
ducto colector

Princípios de Formação da Urina
• Filtração glomerular (180l/dia)
– Cápsula de Bowman

• Reabsorção tubular (178.5l/dia)
– Ao longo do segmento tubular

• Secreção tubular
– túbulos proximal e distal

• Excreção (1.5l/dia)
– Resultado final dos processosanteriores

Tipos de Transporte

Tipo de transporte

Exemplos

Difusão simples
Difusão facilitada
Transporte activo primário
Transporte activo secundário

Ureia, CO2, K+, Ca 2+
Glicose, ureia
Na+, K+, H+, Ca2+
Cl-, K+, glicose, H+, HCO3-,
a.a., fosfato
Proteínas
Água

Pinocitose
Osmose

Transporte Passivo
• Não há gasto energético directo
• Consiste na difusão demoléculas de locais de maior
concentração para locais de menor concentração
( moléculas lipossolúveis difundem facilmente )
• A água desloca-se passivamente em resposta ao
gradiente osmótico e os solutos dissolvidos também
são arrastados - SOLVENT DRAG

Transporte Activo Primário
• Ocorre contra gradiente de concentração
• Necessita de energia (ATP)
• Associado muitas vezes à bomba de na+/k+• Ocorre na superfície basolateral das
células tubulares

Transporte Activo Secundário
• Não utiliza directamente o ATP (mas pode
depender de um gradiente gerado activamente)
• Requer um transportador ou um canal proteico,
pelo que tem um limite máximo
– (ex: cotransporte de na+/h+)

Osmose
• Difusão de água segundo o seu gradiente de
concentração através de uma membranasemipermeável
– A concentração da água é determinada pela concentração
do soluto nela dissolvido
– A pressão osmótica é balanceada pela pressão
hidrostática

Osmose
• O movimento osmótico é afectado por:
– Amplitude do gradiente
– Área da superfície membranar
– Distância de difusão
– Peso molecular
• Moléculas pequenas difundem mais rapidamente

– Permeabilidade
• Moléculas lipossolúveisdifundem mais rapidamente

Filtração
• Ocorre no glomérulo / cápsula de Bowman
• O rim recebe 20-25% do débito cardíaco mas
apenas 20% do plasma é filtrado em cada
passagem
• A filtração é cerca de 125 ml/min ou 180l/dia
mas, em condições normais, apenas 1.5L são
excretados diariamente

Barreira de Filtração

• Parede dos
capilares
• Membrana
basal
• Lâmina interna
da cápsula deBowman

Pressão de Filtração
• Promovem a filtração:
– PRESSÃO HIDROSTÁTICA glomerular (PG) = 60 mmHg
• Dada pela pressão sanguínea

• Opõem-se à filtração:
– PRESSÃO OSMÓTICA (πG) = 32 mmHg
π
• Pressão oncótica - proteínas que permanecem nos capilares

– PRESSÃO HIDROSTÁTICA capsular (PC) = 18 mmHg

PRESSÃO DE FILTRAÇÃO = 10 mmHg = PG - πG - Pc

Concentração Proteica...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fisiologia Renal
  • fisiologia renal
  • Fisiologia renal
  • fisiologia renal
  • Fisiologia Renal
  • Fisiologia Renal
  • Fisiologia renal
  • fisiologia renal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!