Fisica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3969 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DICLOFENACO SÓDICO

SISTÊMICO E TÓPICO

(Anti-inflamatório não-esteróide [AINE])

ARTREN, BIOFENAC DI, CLOFENID, DESINFLEX, DICLAC SR, DICLOFENACO SÓDICO, DICLONAX, DICLOSOD, DIOXAFLEX, DNAREB, FENAREN, FLEXAMINA, INFLAMAX, VOLTAFLAN, VOLTAREN, DISPONÍVEL TAMBÉM EM ASSOCIAÇÕES. TÓPICO. DICLOFENACO SÓDICO, FENAREM GERL, VOLTAREM COLÍRIO.

APRESENTAÇÕES:

Comprimidos de 25 mg, 50 mg, 75mg e 100 mg.Cápsulas de 1000 mg.

Frascos de 10 ml ou 20 ml (15 mg/ml) de solução (gotas).

Ampolas de 2 ml e 3 ml (75 mg) de solução injetável.

Supositórios de 50 mg.

Cápsulas retais de 50 mg e 100 mg.

Bisnagas com 30g, 50g ou 60g de gel;

Colírio.

PROPRIEDADES:

Inibe a síntese de prostaglandinas. Ações antirreumáticas, anti-inflamatória e antidismenorréica. Efeitosterapêuticos: supressão da dor e inflamação.

FARMACOCINÉTICA:

Usos VO, IM, retal e tópico (dermatológico)

Nível sanguíneo: 2-3 h ; Eliminação: 1-2h.

INDICAÇÕES:

Artrite reumatoide (inclusive na forma juvenil), espondilite anquilosante, osteoartrose e espon- dilartrites. Síndromes dolorosa da coluna vertebral. Reumatismo não articular. Crises agudas de gota.inflamações pós-traumáticas epós-operatórias dolorosas e edema (após cirurgia dentária ou ortopédica). Cólicas renal e biliar. Como coadjuvante no tratamento de processos infecciosos acompanhados de dor e inflamação de ouvido, nariz ou garganta (faringoamigdalites e ótites)

POSOLOGIA

Via Oral e Retal (adultos): 150mg/dia, divididos em 2-3 doses; casos menos graves ou terapias prolongadas - 50 100mg/dia, dividas em2-3 doses (dose diária máxima por via retal: 150 mg). Via Oral(Crianças ≥ 1 ano) : 0,5 – 2mg/kg/dia, divididos em 2-3 tomadas.

Intramuscular (adultos) : 75mg/dia; casos severos – 75 mg 2 vezes por dia, com intervalos de algumas horas, em lados alternados. Disminorréia primária.

Via Oral e retal (adultos): 50-150mg/dia, divididos em 2-3 doses: dose inicial – 50-100mg (a dose poderá seraumentada no decorrer de vários ciclos menstruais, até o máximo de 200mg/dia).

Tratamento Local das inflamações. Tópico (adultos): aplicar sobre a região afetada (conforme a extensão), 3-4 vezes por dia, massageando suavemente.

CONTRA-INDICAÇÕES E PRECAUÇÕES

Hipersensibilidade. Ulcera gástrica ou intestinal, gastrite, duodenite, porfiria aguda, Insuficiências cardíaca, hepática ou renalgraves. Proctite (uso retal). Discrasias sanguíneas. Diástase hemorrágica. (trombocitopenia, distúrbios da coagulação sanguínea). Pacientes nos quais as crises de asma, rinite aguda ou urticária, discrasias sanguíneas, trombocitopenia e distúrbios da coagulação sanguínea são precipitadas pelo uso de acido acetilsalicílico ou de outras drogas com ação inibidora da síntese de prostaglandinas. Gestaçãoou lactação, crianças < 14 anos (comprimidos, injetável e supositórios). Use cuidadosamente nos casos de distúrbios DI, história de úlcera gástrica ou intestinal, colite ulcerativa ou de doença de Crohn e em pacientes com distúrbios da função hepática. Use com extrema cautela nos casos de porfiria hepática, insuficiência cardíaca ou renal , em pacientes idosos, sob tratamento com diuréticos enaqueles em recuperação de grandes cirurgias.



REAÇÕES ADVERSAS

Dermatológica: rash.

Ex. Laboratoriais: elevação dos níveis séricos das enzimas aminotransferases.

Gastro intestinais: epigastralgia, náusea,vômito, diarreia, cólicas abdominais, dispepsia, flatulência.

Locais: dor, induração (IM); irritação (retal); prurido, eritema, dermatite (tópico).

INTERAÇÕES

AINEssistêmicos: possível aumento na frequência de reações adversas.

Anti-hipertensivos ou diuréticos: possível diminuição dos efeitos dessas drogas.

Antibacterianos quinolônicos: convulsões (relatos isolados) .

Anticoagulantes: maior risco de hemorragias (alguns relatos).

Antidiabéticos: efeitos hipo e hiperglicemiantes (casos isolados; recomenda-se adaptação da dose dos antidiabéticos)....
tracking img