Fisica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1856 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As leis de Newton
1ª lei
A primeira lei do movimento de Newton afirma que, na ausência de forças, um corpo permanece em
repouso ou em movimento uniforme ao longo de uma linha reta. Uma descoberta fenomenal: as coisas
movimentam-se pelo espaço sideral por que nada as detém. Se um corpo se encontra inicialmente em
repouso, ele continua em repouso. Se em movimento retilíneo uniforme, elecontinua em movimento
retilíneo uniforme, para sempre. Não existe um "parar naturalmente". Com isto, ele conseguiu não só
explicar o movimento dos corpos na terra, mas também dos corpos celestes. Muitas pessoas pensam como Aristóteles: que o repouso é o estado natural de um corpo e o "parar
naturalmente" o levará mais cedo ou mais tarde a este estado. Isso ocorre por que vivemos num mundo
cheio deforças: atrito, resistência do ar, gravidade, enfim, forças da natureza.
É necessário uma força para que um corpo inicie, aumente, diminua ou pare o seu movimento.
A 1ª lei de Newton, ou lei da inércia pode então ser definida por:
"Qualquer corpo permanece no estado de repouso ou de movimento retilíneo uniforme se a
resultante das forças que atuam sobre esse corpo for nula".
Assim, se o corpoestiver em repouso continuará em repouso; se estiver em movimento, continuará o seu
movimento em linha reta e com velocidade constante.
Experiências que comprovem a primeira lei de Newton
O passeio a cavalo é um exemplo prático e é um exemplo no qual as pessoas estão
familiarizadas
Imaginemos um passeio a cavalo, o cavalo assustasse e trava bruscamente. O que
acontece? A pessoa que iaem cima do cavalo cai. Este fato é explicado através
da primeira lei de Newton, pois o cavalo pára, e segundo a lei, um corpo só diminui
a velocidade se atuar sobre ele uma força; e como a força só atua no cavalo, a
pessoa continua o movimento que estava a ter, mas desta vez sem o cavalo, segundo
a primeira lei de Newton, um corpo continua o seu movimento constante retilíneo caso não lheseja
aplicada nenhuma força. A pessoa só pára o seu movimento, caindo no chão, porque são aplicadas sobre
ele duas forças, a força de atrito do ar, e a força da gravidade.
Outro exemplo é ter por cima de um copo, um pedaço de papel ou cartolina, e
uma moeda por cima do papel. Ao exercermos forças sobre o papel, ou seja, se
puxarmos o papel, o que acontece? A moeda permanece com o mesmomovimento, neste caso é nulo, porque não lhe é aplicada nenhuma força, só à cartolina. Se realizarmos esta experiência vemos que a moeda cai, no copo, depois
da cartolina ter saído debaixo de si, porque a força da gravidade puxa-a para baixo.
2ª lei
A segunda lei de Newton é mais abstrata que a primeira e pode ser enunciada por : “A aceleração
adquirida por um corpo é diretamenteproporcional à intensidade da resultante das forças que
atuam sobre o corpo, tem direção e sentido dessa força resultante e é inversamente proporcional à
sua massa”.
E é traduzida pela expressão: F=m x a
Experiências que comprovem a segunda lei de Newton
Imaginemos que empurramos uma caixa sobre uma superfície lisa (pode-se desprezar a influência de
atrito). Quando se exerce uma certa forçahorizontal F, a caixa adquire uma aceleração a. Se aplicar
uma força 2 vezes superior, a aceleração da caixa também será 2 vezes superior e assim por diante. Ou
seja, a aceleração de um corpo é diretamente proporcional à força resultante que sobre ele atua.
Entretanto, a aceleração de um corpo também depende da sua massa. Imagine, como no exemplo
anterior, que se aplica a mesma força F aum corpo com massa 2 vezes maior. A aceleração produzida
será, então, a/2. Se a massa triplicar, a mesma força aplicada irá produzir uma aceleração a/3. E assim
por diante. De acordo com esta observação, conclui-se que:
a aceleração de um objeto é inversamente proporcional à sua massa.
3º lei
A terceira lei de Newton é de fundamental importância. Talvez a mais importante, se é que...
tracking img