Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (273 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Veronica Kalita Silva Menezes
As cotas raciais foram criadas com o objetivo de amenizar as desigualdades sociais, econômicas, e educacionais entre raças nomundo. Mas está acontecendo totalmente o contrário disto. Tendo que definir a capacidade e possibilidades de uma pessoa pela cor da pele é um fator bastantepolêmico no Brasil e em vários outros países.
Com o uso das cotas as pessoas começam a dividir a humanidade pela raça, assumindo que as pessoas de uma cor depela mais escura necessariamente passa por dificuldades financeiras e sem capacidades mentais para atingir a meta de um vestibular mais de uma vez. Elasincentivam um clima sem fim de suspeitas de que o aluno negro – cotista ou não – não é competente nem como estudante e nem o será como futuro profissional.
Cotasraciais geram preconceito contra pessoas decentes de todas as origens, que gostariam de ser julgadas pelo seu mérito e não pela cor da sua pele. Cotasraciais sempre enfrentam o problema de como saber quem pertence ou não de alguém a um grupo racial. Pelo sangue? Pela cor da pele? Como o Brasil é um paísmiscigenado, odiosos tribunais raciais acabam decidindo se alguém pertence ou não a uma raça.
Finalmente a cota racial favorece o ponto em que finalmente os negros,pardos, e indígenas estão tendo uma vantagem sobre os brancos que nunca tiveram antes, mas a cota foi criada para por um fim na desigualdade e não tevesucesso com isso. Pois definindo um futuro através de uma cor de pele separa ainda mais a sociedade como um grupo em que deveria estar se juntando para a melhoria.
tracking img