Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1789 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ANÍSIO TEIXEIRA
CURSO: DIREITO
SEMESTRE: 1º TURMA: N 01
MATÉRIA: FILOSOFIA
PROFESSOR: GILSON MAGNO

CAPITULO 4

A Filosofia Cristã

Denomina-se filosofia Cristã, em sentido histórico, a filosofia que, influenciada pelo cristianismo, predominou no Ocidente, principalmente na Europa, no periodo qua vai do Século I ao Século XIV de nossa era.
Compreende duas épocas: a Primeira,qua vai até o Século V, Conhecida como filosofia patrícia; a segunda, que vai do século x ao Século XIV, e que corresponde à chamada filosofia escolástica ou medieval.

A Filosofia Partícia( Século I a V d.c)
São Justino( +- 165 d.c) – É um representante típico da atitude predominante entre os primeiros cristãos de Cultura grega em Relação a filosofia. Partindo do conhecimento de logos,estabelece uma ponte entre a filosofia pagã e o cristianismo.

Tertuliano( n.155 d.c)- Diferente e oposta à de São Justino é a atitude de Tertuliano em relação a Filosofia. Para Tertuliano, de cultura latina, existe uma oposição radical entre a razão que atua nos filosofos e a fé que caracteriza o cristão.

Santo Agostinho(354-430)- é o pensador que, através da sua vasta produção literária, marcoumais profundamente a especulação Cristã. Varias de sua obras figuram no rol das mais importantes da literatura universal, como os Solilóquios, as Confissões e A cidade de Deus. Santo Agostinho deixou formulado – indicando o caminho para a sua solução – o problema das relações entre a razão e a fé, que será o problema fundamental da escolática medieval.Um dos temas mais importantes do pensamento deSanto Agostinho é a sua reflexão sobre a história universal. Esse tema é desenvolvido em Cidade de Deus , obra que exerceu o influxo mais profundo sobre a idade média.
A família terrena, que não vive na fé, busca a paz terrena nos bens e vantagens desta vida temporal. Aquela, ao contrário, cuja vida está regulada pela fé, está à esperança dos bens eternos prometidos para o futuro. ( A cidade deDeus)

A Filosofia escolática medieval ( Século XI a XIV)
Santo anselmo(1033-1109) é Considerado o verdadeiro Fundador da escolática medieval. Santo Anselmo parte do presuposto de que não pode haver oposiçãoentre a Fé e a Razão, manifestando grande confiança na capacidade da razão de poder demostrar a verdade dos dogmas revelados.

Pedro abelardo(1079-142) – é Considerado, juntamento comSanto Anselmo, um dos fundadores da escolática medieval.

Santo Tomás de Aquiho( 121-1274)- Enquanto Platão foi o filosofo que mais diretamente influiu no pensamento de Santo Agostinho, a presença marcante da filosofia de Aristótoles é o que caracteriza o Pensamento de Santo Tomás. O mesmo trabalho realizado por Santo Agostinho ao cristianizar a filosofia platônica foi feito por Santo Tomás emRelação à Filosofia aristotélica.

John Duns Scot( 1270-1308) – Representa uma das muitas reações à filosofia de Santo Tomás, que para ele, implicava demasiadas concessões à razão humana.

Guilherme Ockham(1229-1350) – Ele desenvolveu as teses da separação não só entre a Fé e a Razão, a filosofia e a teologia, mas também entre o poder do papa e o imperador, ou seja, entre a Igreja e o Estado. Asverdades da revelação, objeto da teologia, têm a fé como único fundamento, sendo inútil o recurso à razão para reforçá-las ou esclarecê-las.

CAPITULO 5

O Racionalismo Cartesiano

A razão – Para Aristóteles, o homem é animal político ( zoôn politikón). E a razão é a faculdade que todo homem possui de julgar. Para Descartes, ele é, essencialmente, um animal racional. ( O bom senso é o queexiste de mais bem distribuido no mundo).

O método – O objetivo e a utilidade do método consistem, para o homem, em “ conduzir bem sua razão' e em “ procurar a verdade nas ciências”. Descartes pretende estabelecer um método universal, inspirado no rigor da matemática e no encadeamento racional;
a) regra d evidência - “ Jamais admitir coisa alguma como verdadeira se não a conheço evidentemente...
tracking img