Filosofia e cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1126 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FILOSOFIA E CULTURA
Por Geraldo D'Almeida Alves - Escritor. Professor, pesquisador e palestrante de Filosofia.

Filosofia e Cultura, eis um tema fecundo. Toda cultura tem preceitos filosóficos, e dela necessita para fundamentar seus valores, crenças, costumes, ritos e práticas sociais, que formam um ‘conjunto’ chamado cultura.
Mesmo antes da Grécia, a filosofia já permeava porentre outros povos: os Persas com Zoroastro, os Indianos com Buda, os Chineses com Lao-Tsé e Confúcio. Mesmo com sua filosofia fragmentada ou diluída em mitos ou religiões. Germinava nessa Cosmogonia a futura e frondosa árvore filosófica.
Há uma interdependência, entre filosofia e cultura, uma vez que a filosofia é uma área da cultura, ou seja, a cultura contém filosofia, e a filosofianutre-se da cultura. Esse ciclo nunca é quebrado, por mais radicais que sejam as crises por que passem as pessoas, os povos e as nações.
“No dia em que o homem começou a fazer cultura nunca mais sua natureza foi a mesma. Quando o primata fez cultura, nasceu o homem. Daí por diante a natureza do homem começou a criar novas formas de cultura e a sofrer uma metamorfose ditada pela cultura”.

ACultura Grega

Grécia, terra de poetas, filósofos, dramaturgos, matemáticos, historiadores, artistas, estadistas. “No século de Péricles, com a dominação comercial de Atenas, ali se concentrou a riqueza; e a riqueza atraiu os sábios de todas as outras cidades gregas. Desta forma, Atenas veio a ser o primeiro centro cultural do Ocidente”. Foi Sócrates o personagem principal nesse período áureoda Grécia, ele mudou o panorama da Filosofia e da humanidade, fundador da ética ou filosofia moral.
Por sua causa, as pessoas passaram a se interessar e a estudar, não apenas a realidade exterior, mas a interior. Platão e Aristóteles abrilhantaram ainda mais essa época.
Platão foi o mais importante intérprete de Sócrates, uma vez que Sócrates não deixou nada escrito. Ao tomar cicuta,numa explosão cultural, sem igual na Antiguidade, morria o homem Sócrates e nascia a Obra socrática através do punho, do coração e da mente platônica.

A Cultura Medieval

Foi um período no qual a Igreja Católica dominou o conhecimento: sua produção, distribuição/perpetuação. Apesar de parte desse período ser conhecido como Idade das Trevas, “no séc. VIII, com as iniciativaseducacionais de Carlos Magno, os poucos conhecimentos existentes começaram a sair dos mosteiros. E, finalmente, no séc. XI nasceram as primeiras universidades, sob o patrocínio da Igreja. A Universidade de Bolonha foi fundada em 1088; a de Paris após 1150; a de Salamanca em 1218. a de Nápoles em 1224; a de Oxford em 1249. a de Cambridge em 1284; a de Coimbra em 1290; a de Viena 1365; a de Heidelberg em 1385;a de Colônia em 1388. isto apenas para citar algumas das nossas atuais Universidades, surgidas neste período. As aulas nas universidades no período da idade média eram dadas todas em latim onde as discussões filosóficas encaminharam-se para o problema do valor do conhecimento humano.

A Cultura Renascentista

É uma volta à época Clássica Grega. O Iluminismo é a Escola Filosófica querecoloca o homem no centro do universo, onde a razão atinge seu apogeu. Iniciou na Itália e na Alemanha e depois ganhou a Europa. A retomada do padrão de beleza grega nas artes plásticas não só reiniciou o estudo do desenho geométrico e da anatomia, como ainda estimulou as artes literárias.
Michelangelo, Leonardo da Vinci, Maquiavel, Thomas Morus, Rafael Sanzio, entre outros, compunham essaconstelação super brilhante. Exaltavam o indivíduo, os feitos históricos, à vontade e a capacidade de ação do homem, sua liberdade e participação na vida das cidades.

A Cultura Moderna

É o Renascimento da Filosofia e das Ciências Modernas baseada na experiência e no poder de prever o futuro; é a volta à literatura e à ciência antiga ocorrida no século XVI, estimulou o retorno à...
tracking img