filosofia psicologia

Páginas: 31 (7562 palavras) Publicado: 3 de setembro de 2014
CAP~TULO - A ATIVIDADE RACIONAL
2

A noção de ideologia veio mostrar que as
teorias e os sistemas filosóficos ou científicos, aparentemente rigorosos e verdadeiros,
escondiam a realidade social, econômica e
política, e que a razão, em lugar de ser a busca e o conhecimento da verdade, poderia ser
um poderoso instrumento de dissimulação da
realidade, a serviço da exploração e da dominaçãodos homens sobre seus semelhantes. A
razão seria um instrumento da falsificação da
realidade e de produção de ilusões pelas quais
uma parte do gênero humano se deixa oprimir pela outra.
A noção de inconsciente, por sua vez, revelou que a razão é muit O menos poderosa do
que a Filosofia imaginava, pois nIossa consiciência é, em grande parte:,dirigida e control:ida
-.
por forças profundas edesconneciaas que permanecem inconscientes e jamais se tomarão
plenamente conscientes e racionais. A razão e
a loucura fazem parte de nossa estrutura menvez
tal e de nossas vidas e, n~uitas es, como por
exemplo no ft:nomeno do nazisn10, a razão é
louca e d e s t r tiva.
u .~
Fatos como esses - as descobertas na física, na lógica, na antropologia, na história, na
psicanálise - levaram ofilósofo francês
Merleau-Ponty a dizer que uma das tarefas
mais importantes da Filosofia contemporânea
deveria ser a de encontrar uma nova idéia da
razão, uma razão alargada, na qual pudessem entrar os princípios da racionalidade definidos por outras culturas e encontrados pelas descobertas científicas.
Esse alargamento é duplamente necessário
e importante. Em primeiro lugar, porque ele
exprime aluta contra o colonialismo e contra
o etnocentrismo - isto é, contra a visão de
que a "nossa" razão e a "nossa" cultura são
superiores e melhores do que as dos outros
povos. Em segundo lugar, porque a razão estaria destinada ao fracasso se não fosse capaz
de oferecer para si mesma novos princípios exigidos pelo seu próprio trabalho racional de
conhecimento.
I

I -

~

A atividaderacional
A atividade racional
e suas modalidades
A Filosofia distingue duas grandes modalidades da atividade racional, realizadas pela
razão subjetiva ou pelo sujeito do conhecimento: a intuição (ou razão intuitiva) e o raciocínio (ou razão discursiva).
A atividade racional discursiva, como a própria palavra indica, discorre, percorre uma realidade ou um objeto para chegar a conhecê-lo,
isto é,realiza vários atos de conhecimento até
conseguir captá-lo. Arazão discursiva ou o pensamento discursivo chega ao objeto passando
por etapas sucessivas de conhecimento, realizando esforços sucessivos de aproximação para
chegar ao conceito ou à definição do objeto.
A razão intuitiva ou intuição, ao contrário,
consiste num único ato do espírito, que, de uma
só vez, capta por inteiro ecompletamente o
objeto. Em latim, intuitus significa: ver. A intuição é uma visão direta e imediata do objeto
do conhecimento, um contato direto e imediato com ele, sem necessidade de provas ou demonstrações para saber o que conhece.

A intiiição é uma compreensão global e instantânea de uma verdade, de um objeto, de um
fato. Nela, de uma só vez, a razão capta todas as
relações que constituem arealidade e a verdade
da coisa intuída. É um ato intelectual de
discernimento e compreensão, como, por exemplo, tem um médico quando faz um diagnóstico e apreende de uma só vez a doença, sua causa e o modo de tratá-la. Os psicólogos se referem à intuição usando o termo insight, para referirem-se ao momento em que temos uma com-

UNIDADE 2 - A RAZÁO

preensão total, direta e imediata de algumacoisa, ou o momento em que percebemos, num só
lance, um caminho para a solução de um problema científico, filosófico ou vital.
Um exemplo de intuição pode ser encontrado no romance de Guimarães Rosa, Grande
Sertão: Veredas.Riobaldo e Diadorim são dois
jagunços ligados pela mais profunda amizade e
lealdade, companheiros de lutas e cumpridores
de uma vingança de sangue contra os assassinos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia e psicologia
  • psicologia filosofia
  • Filosofia Psicologia
  • Psicologia Filosofia
  • Psicologia e filosofia
  • Filosofia e psicologia
  • Filosofia Na Psicologia
  • psicologia e filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!