Fichamento so tratado de sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1630 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento: Tratados de sociologia
Raymond Boudon
cap. 6


Tópico Citações / Comentários

Conceito de conflito


Simplificando um pouco, poder-se-ia adiantar a idéia segundo a qual, através do conceito deconflito,a questão que se coloca é tanto
a da natureza do sistema social como a da própria sociologia
pág 247

Poder especificoNa verdade, a abordagem do estudo do conflito significa, deUrna maneira ou de outra, procurar explicar ao mesmo tempo a lógica do sistema social e a lógica de sua história.
Pag 247

Fim da ideologia

Enquanto na França ou na Itália o marxismo surge naépoca como a teoria dominante, que explica o conflito em termos de classes sociais e de relações de exploração,
No sEstadosUnidos e em grandenúmero de países anglo-saxônicos,num momento em que a sociedade conhece as vantagens da abundância e do consumo, Daniel Bell ou Edward Shils lançam a idéia do fim das ideologias,do desaparecimento das rupturas geradoras de visões de mundo fechadas,sistemáticas e contraditórias.
Pag 249
o problema dos fundamentos da ordem

De Durkheim a Talcott Parsons,os fundadores da sociologiacontemporânea estão de acordo em considerar a obra de Hobbes como a primeira a colocar, numa abordagem já por assim dizer sociológica, o problema dos fundamentos da ordem; é pois em referência a ela que,de Marx a Parsons e através dos modelos essenciais de Durkheim ou de Tõnnies, se procurou também explicar as condições de formação dos conflitos
Pag 250

Evolução pacifica para comte
‘’Aceitandoessaspremissas, Auguste Comte introduzirá no entanto a ideia de progresso que,em sua opinião, permite uma evolução mais pacífica e favorece o advento de uma sociedade em que a ordem não pressupõe a coação externa,na medida em que o positivismo e o crescimento instauram por fim a era da racionali-dade, afastando a dos conflitos sociais e recriando as condições para uma comunidade pacificada’’
Pag 250Integração social para Durkhein



‘’Para o autor das Règles de Ia méthode sociologique (1895), toda a sociedade "normal" conduz à implementação de mecanismos de integração que limitam consideravelmente a amplitude dos conflitos. Em De Ia division du travail social (1893), Durkheim descreve a transição de uma forma de integração baseada na solidariedade mecânica, em sociedades que conhecem aausência de divisão de trabalho, para uma nova. Forma de integração associada agora a realização de uma forte divisão do trabalho. A primeira forma de integraçãodepende da força da consciência coletiva externa, graças à qual se exerce um controlesocial adequado; a segunda, pelo contrário, encontra-se mais ligada à interdependência dos próprios atores.’’
pag 251


contradições estruturais, Marxpara ele,sãoclaramente, comosepodeler em seus textos teóricos, as contradições estruturais que têm de ser trazidas à luzdo dia. Assim, no célebre prefácio à Contribuição à crítica da economia, sublinha que "na produção social ao longo de sua existência, os homens estabelecem determinadas relações, necessárias, independentesde suavontade, relaçõesdepro-dução que correspondem a um determinado grau dedesenvolvimento de suas forças produtivas materiais... Num certo estágio de seu desenvolvimento, as forças produtivas materiais entram em contradição com as relações de produção existentes... e então inicia-se uma época de revolução social"política
pag 253/254



Sociologia para parsons



Em The Structure of Social Action (1973), Parsons define "a sociologia como a ciência que procuraconstruir uma teoria analítica dos sistemas de ação social na medida em queesses sistemas podemsercompreendidosapartirdanaturezadaintegraçãoquerepousaemvalores comuns".
pag259


Integração e conflito
Por conseguinte, integração e conflito parecem menos antagônicos do que supunham os teóricos contemporâneos ao basearem-se unicamente numa abordagem conflitual (Boudon, 1984).
pag 260...
tracking img