Fichamento do manual de metodologia da pesquisa jurídica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1579 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE LUCIANO FEIJÃO – FLF
CURSO DE DIREITO
DISCIPLINA: METODOLOGIA NA PESQUISA EM DIREITO
ALUNO (A): WANESSA MARQUES DA COSTA
PROFESSOR (A): TALITA BEZERRA

Assunto – tu terás de escrever o assunto principal que encontraste no trecho do livro que tu utilizaras para fazer o trabalho

MEZZAROBA, Orides; Monteiro, Cláudia Servilha. Manual de metodologia da pesquisa no direito. 4. Ed.São Paulo: Saraiva. 2008

“(...) são os modos de se conhecer o mundo” (p. 23)

“(...) o Mito, a Religião, a Filosofia, o Senso comum e a Ciência.” (p. 23)

“Cada um deles procura, a seu modo, desvendar os segredos do mundo, atribuindo-lhe um determinado sentido. Eles não são excludentes, muito pelo contrário: à medida que uma forma de conhecimento não consegue explicar determinada realidadeou fato, uma outra poderá oferecer uma explicação razoável.” (p. 23)

“O vocábulo mito vem do grego mythos, que significa fábula. O mito é um relato de uma história fabulosa ou heroica cujo tempo da narrativa reconduz a um passado distante. Os conteúdos desse tipo de discurso podem variar tematicamente: o poder, a vida e a morte, o bem e o mal, o homem é o mundo, a saúde e a doença, a sorte e oazar (...)” (p. 24)

“O conteúdo do mito não precisa ser necessariamente um feito heroico, pode ser também fenômenos da natureza. Os mitos podem ser utilizados ainda para explicar situações, acontecimentos e indicar personalidades. Basta que seja apresentado na forma de uma fábula, ou seja, uma alegoria: uma história rica em detalhes fantásticos que tende a nos imprimir certo impacto quando aouvimos.” (p.s 24 e 25)

“Na prática, o conhecimento mítico surge a partir do desejo humano de dominar o mundo, afugentando o medo e a insegurança. Diante das leis da natureza, desconhecidas e assustadoras, o homem passa a atribuir-lhes determinados valores e explicações.” (p. 25)

“O mito, então, antecede a Ciência, que por seu turno irá negá-lo. (...)” (p. 25)

“(...) a partir deAristóteles, a Ciência trabalha com raciocínios analíticos, demonstrando seus postulados de forma rigorosa. Bem mais tarde, Descartes vai impor o critério da evidência como índice seguro para o raciocínio lógico. (...)” (p. 25 e 26)

“O conhecimento religioso trabalha no plano da fé e pressupõe a existência de forças que estão além da capacidade de explicação do homem, instâncias divinas consideradascriadoras de tudo o que existe. A ideia de um vínculo humano e terreno, com um plano transcendente divino ou racional, cumpre a mesma função. A religião se expressa por meio de doutrinas, filosofias, preceitos de ordem ética e pode incorporar ou não rituais sagrados.” (p. 27)

“(...) sagrado é própria do conhecimento religioso ou teológico. Esse modo de conhecer o mundo crê num conjunto de verdadespreexistentes porque já são apresentadas prontas aos seus seguidores, por isso se usa a expressão revelação para indicar o somatório das crenças nas quais se apoia cada religião. Como são revelações, frequentemente, não podem ser questionadas, por isso a maior parte das religiões, ainda que não todas, andam de mão dadas com o dogmatismo.” (p.s 27 e 28)

“Aliás, a noção de dogma, tal como aentendemos hoje, vem da igreja católica medieval e de seu esforço por regular toda a explicação do mundo. (...)” (p. 28)

“Outro termo que pode também coexistir com o conhecimento religioso é mistério, tudo aquilo que a nossa inteligência é incapaz de explicar ou compreender, tudo que é oculto, provocando a curiosidade, a busca por uma explicação racional.” (p. 28)

“A fé religiosa estará sempreligada a determinada pessoa que revele os mistérios divinos. Assim, é necessário que tal pessoa, que conhece e vive os mistérios de Deus (...)” (p. 29)

“O homem encontra na Religião um auxílio fortalecedor diante de uma realidade física muitas vezes adversa e inexplicável, vinda da natureza ou das próprias relações sociais que cria. Além disso, um dos maiores mitos existenciais humanos que...
tracking img