Fichamento de leitura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (675 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EMPREENDEDORISMO: DO HERÓI SCHUMPTERIANO AO EXECUTIVO DE SUCESSO

Wilson Trevisan – administrado, mestrando em administração e participante do núcleo de pesquisa Regulação Econômica e EstratégiasEmpresariais da PUC/SP.
Maria Cristina Sanches Amorim – economista, professora do programa de pós-graduação em administração e coordenadora do grupo de pesquisa Regulação Econômica e EstratégiasEmpresariais da PUC/SP. cris.amorim@pucsp.br
Flávio Morgado – matemático professor do programa de pós-graduação em educação em saúde e pesquisador do núcleo de pesquisa Regulação Econômica eEstratégias Empresariais da PUC/SP. fmorgado@pucsp.br

A discussão do empreendedorismo e do chamado empreendedorismo corporativo (ou, intra-empreendedorismo) é apresentada a partir das definições pioneiras deeconomistas, com destaque a Joseph Alois Schumpeter, e do sociólogo Wright Mills. Esses são cotejados com as contribuições de autores do campo de gestão das organizações. O exame da literatura mostraque o uso da expressão empreendedorismo, nascida no contexto da revolução industrial, a partir do final do século XX, foi ampliado para compreender comportamentos nas grandes organizações,aproximando-se de temas como liderança e motivação. Na versão pioneira, empreendedor é exclusivamente o empresário que arrisca seu capital; na versão para as corporações, é o burocrata oportunista descrito porMills ou, o líder motivado que arrisca capital alheio.

O exame da literatura nos permitiu levantar questões relativas ao uso da expressão empreendedorismo. Por que parte dos autores de gestãoorganizacional se apropriam do termo empreendedorismo? O que se espera de um funcionário quando se diz que dentre as competências exigidas de seus líderes está a de "ser empreendedor"? Será talvez, serinovador ou ter foco no resultado? E quanto à autonomia característica do empreendedor, a organização está disposta a “outorgá-la” ao assalariado? Haverá, por parte da organização, tolerância ao...
tracking img