Fichamento behaviorismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1067 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR
DIREITO- PITUAÇU
SILVANA MARIA

BOCK, Ana mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Aria de Lourdes Trassi. A Psicanálise. In: Psicologias Uma introdução ao estudo de psicologia 13ªed. São Paulo: Editora Saraiva, 1999. Cap. 3, P. 46-57.

O BEHAVIORISMO

O ESTUDO DO COMPORTAMENTO
“Watson buscava a construção de uma Psicologia sem alma e sem mente, livre deconceitos mentalistas e de métodos subjetivos e que tivesse a capacidade de prever e controlar. (p. 46)

“O Behaviorismo dedica-se ao estudo das interações do indivíduo entre o indivíduo e o ambiente, entre as ações do indivíduo (suas respostas) e o ambiente(as estimulações). Os psicólogos desta abordagem chegaram aos termos "resposta" e "estímulo" para se referirem àquilo que o organismo faz eàs variáveis ambientais que integram com o sujeito. Para explicar a adoção desses termos, duas razões podem ser apontadas: uma metodológica e outra histórica.” (p. 47)

A ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO
“Esta linha de estudo ficou conhecida por Behaviorismo radical, termo cunhado pelo próprio Skiner, em 1945, para designar uma filosofia da Ciência do comportamento (que ele se propôsdefender) por meio da análise experimental do comportamento. A base da corrente skinneriana está na formulação do comportamento operante. Para desenvolver este conceito, retrocederemos um pouco na história do Behaviorismo introduzindo as noções de comportamento reflexo ou respondente, para então chegarmos ao comportamento operante.” (p. 47)

O COMPORTAMENTO RESPONDENTE
“O comportamento reflexo ourespondente é o que usualmente chamamos de "não-voluntário" e inclui as respostas que são eliciadas ("produzidas") por estímulos antecedentes do ambiente.” (p. 48)

“Esses comportamentos reflexos ou respondentes são interações estímulo-resposta (ambientesujeito) incondicionadas, nas quais certos eventos ambientais confiavelmente eliciam certas respostas do organismo que independem de"aprendizagem".” (p. 48)

“(...)Skiner começou o estudo do comportamento justamente pelo comportamento respondente, que se tornara a unidade básica de análise, ou seja, o fundamento para a descrição das interações indivíduo-ambiente. O desenvolvimento de seu trabalho levou-o a teorizar sobre um outro tipo de relação do indivíduo com seu ambiente, a qual viria a ser nova unidade de análise de sua ciência: ocomportamento operante.” (p. 49)

O COMPORTAMENTO OPERANTE
“Como nos diz Keller, o comportamento operante "inclui todos os movimentos de um organismo dos quais se possa, dizer que, em algum momento, têm efeito sobre ou fazem algo ao mundo em redor. O comportamento operante opera sobre o mundo, por assim dizer,quer direta, quer indiretamente".” (p. 49)

“Pense no aprendizado de um instrumento:nós para ouvir seu som harmonioso. Há outros exemplos: dançar para estar próximo do corpo do outro, mexer com uma garota para receber seu olhar, abrir uma janela para entrar luz etc.” (p. 51)

REFORÇAMENTO

“Chamamos de reforço a toda consequência que, uma resposta, altera a probabilidade futura de ocorrência da resposta.” (p. 51)

“O reforço positivo é todo evento que aumenta a probabilidadefutura da resposta que o produz.” (p. 51)

“O reforço negativo é todo evento que aumenta a probabilidade futura da resposta que o remove ou atenua.” (p. 51)

“No reforçamento negativo, dois processos importantes merecem destaque: a esquiva e a fuga. A esquiva é um processo no qual os estímulos aversivos condicionados e incondicionados estão separados por um intervalo de tempo apreciável,permitindo que o indivíduo execute um comportamento que previna a ocorrência ou reduza a magnitude do segundo estímulo. (...)o de fuga. Neste caso, o comportamento reforçado é aquele que termina com um estímulo aversivo já em andamento. (...)No caso da fuga, só há um estímulo aversivo incondicionado que, quando apresentado, será evitado pelo comportamento de fuga. Neste segundo caso, não se evita o...
tracking img