Fauvismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1535 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FAUVISMO
"Não acredito na realidade nem daquilo que vejo, nem daquilo que toco, mas unicamente na do meu sentimento interior, a Arte é a busca incessante e obstinada, por meios plásticos, daquilo que vocês podem ter no coração e no espírito; vão ao museu ver os antigos e compreendê-los, ou seja, discernir as qualidades pelas quais se afirmaram mestres, e que são o estilo, a matéria, o arabesco,a transformação imaginária da cor."
Definição

O fovismo ou fauvismo (do francês les fauves, "as feras", como foram chamados os pintores não seguidores do cânone impressionista, vigente à época) é uma corrente artística do início do século XX, que se desenvolveu sobretudo entre 1905 e 1907. Associada à busca da máxima expressão pictórica, o estilo começou em 1901 mas só foi denominado ereconhecido como um movimento artistíco em 1905. Segundo Henry Matisse, em"Notes d'un Peintre", pretendia-se com o fovismo "uma arte do equilíbrio, da pureza e da serenidade, destituída de temas perturbadores ou deprimentes". Henry Matisse

Os fauves eram deliberadamente antiacadémicos, desrespeitando a composição e proporção convencionais, utilizavam cores berrantes e expressivas em tons saturados epor vezes, contornando as áreas coloridas.
É certo que os fauvistas, não foram aceitos de imediato quando apresentaram suas obras, o crítico de arte Luis Vauxcelles caracterizou um grupo de jovens pintores que expuseram em conjunto uma grade de quadros totalmente inconvensionais, pela primeira vez no Salon d'Automne de 1905, em Paris. Este grupo de pintores, ao utilizar nos seus quadros coresviolentas, de forma arbitrária. Havia ali uma escultura acadêmica representando um menino, rodeada de pinturas neste novo estilo, o que o levou a dizer que aquilo lhe lembrava "um Donatello entre as feras". Os outros quadros estavam numa sala a que Vauxcelles chamou "cage aux fauves" (a jaula das feras). Tal denominação, inicialmente de carácter depreciativo, acabou por se fixar e passou designaro movimento. As telas que se encontravam na sala eram, de fato, estranhas, selvagens; uma exuberâcia de cor, aplicada aparentemente de forma arbitária, tornava as obras chocantes.
O campo da criação artística é atingido fortemente pela Revolução Industrial. As mudanças são tão rápidas que seria impossível adotar os cânones artísticos anteriores. Neste meio não é mais permitido o estudo profundo,é preciso ingressar na corrida artística. As amarras criadas por normas sagradas buscam agora um novo propósito: pintar as sensações que despertam o estado de espírito no livre curso dos impulsos interiores. Muitas vezes o aprendizado é questionado. O meio artístico gira em torno de um novo mundo. Está em ebulição. Multiplicam-se novos temas a respeito da arte, surgem novos comerciantes dequadros, críticos e exposições particulares. O artista possui, diante de si, cada vez mais informações em razão das mudanças e dos acontecimentos de sua época.
Os pintores fovistas receberam influências de Van Gogh, através de seu emocionalismo e ardor passional pelas cores exacerbadas, e de Gauguin, com seu primitivismo e visão elementar da natureza. A nova estética é obedecer aos impulsosinstintivos ou as sensações vitais e primárias. Criar desobedecendo a uma ordem intelectual, onde as linhas e as cores devem jorrar no mesmo estado de pureza das crianças e selvagens, desobedecendo às regras tradicionais da pintura. Evitam a ilusão da tridimensionalidade. Agora a tela se apresenta plana, obtendo apenas comprimento e largura. Baseiam-se na força das cores puras.

Características da pinturaUso de cores intensas como Púrpura, Verde, Amarelo, Azul e Vermelho.
Pincelada violenta, espontânea e definitiva;
Ausência de ar livre;
Colorido brutal, pretendendo a sensação física da cor que é subjetiva, não correspondendo à realidade;
Uso de formatos planos, grandes, simples, e com traços largos.
Autonomização completa do real;
Harmonia, Pureza e Equilibrio nas obras de arte....
tracking img