Fato social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1636 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O que é fato social

Embora Comte seja considerado o pai da sociologia e tenha-lhe dado esse nome, Durkheim é apontado como um dos de seus primeiros grandes teóricos. Ele e seus colaboradores se esforçaram por emancipar a sociologia das demais teorias sobre a sociedade e constituí-la como disciplina rigorosamente cientifica. Em livros e cursos, sua preocupação foi definir com precisão o objeto,o método e as aplicações dessa nova ciência.
Imbuído dos princípios positivistas, Durkheim queria definir com rigor a sociologia como ciência, estabelecendo seus princípios e limites e rompendo com as ideias de senso comum – os “achismos” – que interpretavam a realidade social de maneira vulgar e sem critérios.
Em uma de suas obras fundamentais, As regras do método sociológico, - publicada em1985, Durkheim definiu com clareza o objeto da sociologia – os fatos sociais.
De acordo com as ideias definidas nesse trabalho, para o autor, o fato social é experimentado pelo individuo como uma independente e persistente. Assim, são três as características básicas que distinguem os fatos sociais. A primeira delas é a “coerção social”, ou seja, a força que os fatos exercem sobre os indivíduos,levando-os a conformarem-se às regras da sociedade em que vivem, independente de sua vontade e escolha. Essa força se manifesta quando o individuo desenvolve ou adquirem um idioma, quando é criado e se submete a um determinado tipo de formação familiar ou quando está subordinado a certo código de leis ou regras morais. Nessas circunstancias, o ser humano experimenta a força da sociedade sobre si.A força coercitiva dos fatos sociais se torna evidente pelas “sanções legais” ou “espontâneas” a que o individuo esta sujeito quanto tenta rebelar-se contra ela. “Legais” são as sanções prescritas pela sociedade, sob a forma de lei, nas quais se define a infração e se estabelece a penalidade correspondente. “Espontâneas” são as que afloram como resposta a uma conduta considerada inadequada porum grupo ou por uma sociedade. Multas de transito, por exemplo, fazem parte das coerções legais, pois estão previstas e regulamentadas pela legislação que regula o trafego de veículos e pessoas pelas vias publicas. Já os olhares de reprovação de que somos alvo quando comparecemos a um local com a roupa inadequada constituem sanções espontâneas. Embora não codificados em lei, esses olhares tem opoder de conduzir o infrator para o comportamento esperado. Durkheim dá o seguinte exemplo das sanções espontâneas:
O comportamento desviante num grupo social pode não ter penalidade prevista por lei, mas o grupo pode espontaneamente reagir castigando quem se comporta de forma discordante em relação a determinados valores e princípios. A reação negativa da sociedade a certa atitude oucomportamento é, muitas vezes, mais intimidadora do que a lei. Jogar lixo no chão u fumar em certos lugares - mesmo quando não proibidos por lei nem reprimidos por penalidade explicita – são comportamentos inibidos pela reação espontânea dos grupos que a isso se opõem. Podemos observar ação repressora ate mesmo ate mesmo nos grupos que se formam de maneira espontânea como as gangues e as “tribos”, queacabam por impor a seus membros uma determinada linguagem, indumentária e formas de formas de comportamento. Apesar dessas regras serem informais, uma infração pode resultar na expulsão do membro insubordinado.
A “educação” – entendida de forma geral, ou seja, a educação formal e a informal – desempenha, segundo Durkheim, uma importante tarefa nessa conformação dos indivíduos à sociedade em quevivem, a ponto de, após algum tempo, as regras estarem internalizados nos membros do grupo e transformadas em hábitos. O uso de uma determinada língua ou gosto por determinada comida são internalizados no individuo, que passa considerar tais hábitos como pessoais. A arte também representa um recurso capaz de difundir valores e adequar as pessoas a determinados hábitos. Quando, numa comedia, rimos...
tracking img