Farmacia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3799 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA E A SAÚDE DO TRABALHADOR

Ubirajara A.O. Mattos
CESTEH/FIOCRUZ, R. Leopoldo Bulhões 1480, 21041-210, Rio de Janeiro, RJ. Fax 021-2703219 UERJ/FEN/DESMA, R. São Francisco Xavier 524, sala 5006 B, 20550-013, Rio de Janeiro, RJ.

Alexandre Rocha do Nascimento
CESTEH/FIOCRUZ, R. Leopoldo Bulhões 1480, 21041-210, Rio de Janeiro, RJ. Fax 021-2703219 UFRJ/Escola deEngenharia AV, Brigadeiro Trompovsky s/n, Centro de Tecnologia, Rio de Janeiro, RJ.

Abstract This article presents a study about the occupational health on the pharmaceutical industry and the possible hazards on the drugs manufacture processes. This is the start of a great project to identify the health impediments risks in the brazilian pharmaceutical industry and establish effective safety measureson the work environment. Keywords: pharmaceutical industry,worker’s health and safety measures. 1) Introdução A indústria farmacêutica pode ser considerada como um setor especial da indústria química, na qual muitos agentes naturais ou sintéticos podem ser usados para produzir produtos terapeuticamente ativos para consumo humano. Ela abrange um espectro dinâmico que tem se expandido lado a ladocom a pesquisa médica, tecnológica e demandas de atenção à saúde. A dimensão dos negócios farmacêuticos vai desde conglomerados multinacionais para compostos individuais até a farmácia de dispensação. Dados recentes sobre efeitos à saúde na indústria farmacêutica não são facilmente disponíveis. Registros de problemas de saúde ocupacional datam dos anos 40, relacionados aos perigos do manuseio dedrogas de vegetais crus, solventes e subprodutos de síntese orgânica. Desde então várias doenças tem sido associadas a fabricação de drogas, as quais incluem alergias, desordens dos rins, supressão adrenocortical e síndrome feminisation. Além disso, alguns agentes quimioterapeuticos produzidos para combater tumores malignos podem acarretar o risco de neoplasia. As questões sobre se estas exposiçõessão associadas ao excesso de mortalidade daqueles expostos ocupacionalmente permanecem sem resposta. Um fármaco introduzido no organismo humano pode explicar um efeito definido como farmacoterapêutico, se a sua utilização é voluntária e de modo tecnicamente preestabelecido, para atender uma necessidade de correção de condições patológicas, da ação intrinseca do fármaco; ou um efeito que vem definidotóxico, se sua ingestão é involuntária, em modo não programado tecnicamente e não com finalidade de cura. Entretanto, em ambos os casos, a resposta biológica é caracterizada da mesma e bem definida tipologia de modificação, correlacionada com a estrutura do fármaco. Devido as suas atividades, os trabalhadores da indústria farmacêutica podem absorver fármacos, não por sua expressa vontade e nempor necessidade terapêutica.

Portanto os efeitos biológicos, que derivam desta absorção , devem ser sempre considerados potencialmente tóxicos. No estado atual, na indústria farmacêutica, a organização do trabalho é tal que frequentemente a exposição é simultânea, ou sequencial no mesmo turno laboral, a mais de um princípio ativo, bem abaixo dos limites de exposição profissional. Isto deriva umamicropoliexposição , que se pode, arbitrariamente, definir como uma exposição a mais de um substância, na qual a concentração ambiental de cada uma destas seja ao menos dez vezes inferior ao limite e ao nível de ação. Essas vítimas têm em comum o fato de estarem expostas aos remédios por um período curto de tempo, que mesmo assim provocam efeitos danosos a sua saúde. Os riscos têm a sua análisedificultada por não haver dados exatos sobre valores de tolerancia recomendáveis para este tipo de atividade. Dessa forma o trabalho que se segue é uma análise teórica desses riscos, análisados a luz de uma série de visitas a uma fábrica no Rio de Janeiro e que irão servir para uma análise mais profunda a ser efetuada nos próximos dois anos.

2) Panorama geral da indústria farmacêutica A...
tracking img