Familia e politicas sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3752 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Família e políticas sociais


Com base nesse contexto, Mioto (2008) indica que o debate sobre família assume diferentes perspectivas no que se refere à execução e planejamento das políticas sociais. Desse modo, o objetivo do artigo é aprofundar as relações existentes entre as políticas sociais e a família com vista à qualificação dos profissionais que atuam nesta área. Desse modo,realiza uma discussão sobre família e proteção social ao longo da história.
Com a ascensão do capitalismo, a proteção social assume diferentes contornos já que, até então, esta proteção era função da família, da igreja e dos senhores feudais. Já na presença do capitalismo, ocorreram mudanças na organização social como a separação entre os espaços casa e rua, sendo a casa entendida como espaço damulher, enquanto que a rua torna-se local do homem, a existência do salário individual e a introdução da cultura de que o homem é responsável pelo sustento da família.
Estas mudanças e divisões de papéis entre homens e mulheres fizeram a família passar a ser considerada como fonte natural de proteção social e, desse modo, as possibilidades de acesso à essa proteção estão ligadas intimamenteàs possibilidades de acesso a bens e serviços através da compra. Uma das principais consequências desse processo está na transferência para o âmbito privado de problemas gerados nas relações de produção desenvolvendo uma nova concepção de família com papéis e funções bastante definidos. Um exemplo disso está na existência da violência econômica que, apesar de ser produzida na esfera produção,somente toma forma no âmbito familiar, onde seus efeitos são manifestados.
Uma das mudanças no modelo de família está na necessidade do capitalismo em manter as pessoas sãs e com saúde para que possam consumir. Desse modo, a família assume a função do cuidado sendo este cuidado função principal das mulheres. Esta função causa impactos diferenciados nas famílias de diferentes classes sociais.Para as famílias proletárias, a mulher deve além de cuidar da sobrevivência dos filhos e da sua higiene, deve ainda manter o marido fora das ruas e bares. Assim, implementa-se uma nova regra moral na concepção de família.
À medida que o capitalismo assentado no liberalismo se desenvolve, o grau de importância da família se eleva chegando ao ponto de ser a principal responsável em garantir aproteção social de seus membros. Entretanto, como nos aponta Mioto (2008, p.133), a partir da agudização da questão social gerada principalmente pela “precariedade do trabalho, pelo aumento exponencial dos riscos do trabalhador e consequentemente pelo aumento da desproteção de mulheres, crianças e outros dependentes”, confirmou-se a incapacidade do capitalismo liberal através simplesmente domercado e da família, garantirem o bem-estar geral.
Este quadro resultou em grandes mudanças nas formas de proteção social e o Estado ampliou sua atuação para esta área, transformando-se no “principal ator de regulação entre a economia e as demandas sociais” (MIOTO, 2008, p.134). Com a ascensão do Estado de Bem-Estar Social, “a proteção social ganha status de direito de cidadania” e, justamentepela concepção de direito alcançada pela proteção social Esping-Andersen entende que ocorre, assim, a “desmercadorização do indivíduo e de sua família em relação ao mercado”.
Mioto (2008) destaca que apesar do Estado assumir o papel de principal provedor da proteção social, as outras formas de proteção continuam coexistindo e ressalta que Di Giovanni (1988) divide essa proteção em trêsmodalidades: 1- a tradicional, realizada pela família, pela vizinhança e pela igreja; 2- aquela exercida pela troca realizada através do mercado ou de relações interpessoais e 3- a modalidade exercida pela política através da atuação do Estado. Para o referido autor, estas modalidades podem ser divididas em dois âmbitos. O âmbito privado se refere à proteção social exercida pelo mercado ou através...
tracking img