Expressionismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Na literatura, o expressionismo se manifesta com a fundação de Der Sturn (A Tempestade), dirigida por Herwart Walden, que promulgava o dogma expressionista da criação extática segundo a qual asvisões tomam corpo: "o expressionismo não é moda, nem tendência, mas uma concepção do mundo"; da revista mais politizada Die Aktion, de Frank Pfemfert; das revistas Die weissen Blätter (As Folhas Brancas),de 1913 e Der Stürmer (O Tempestuoso), bem como de um rol inumerável de publicações distribuídas pelas mais diversas cidades alemãs, cujos frutos foram frustrados pela guerra e pelo elevado número depoetas mortos nos campos de batalha, como: K. Adler, W. Ferl, H.hinz, E. Stadlier e A. Stramm.. O poeta mais representativo do movimento foi Gerorg Trakl (Poesias, Sebastião no sono), que se suicidouem 1914, aos vinte e sete anos. Ao contrário do belicismo futurista, os escritores e poetas expressionistas refletem um sentimento de desconcerto e horror ante o absurdo da experiência militar daPrimeira Guerra Mundial, exaltam o pacifismo e a solidariedade humana.

Em 1920 é publicada a obra antológica do poeta Kurt Pinthus: Sinfonia da jovem poesia.
O expressionismo na literatura 

Omovimento é marcado por subjetividade do escritor, análise minuciosa do subconsciente dos personagens e metáforas exageradas ou grotescas. Em geral, a linguagem é direta, com frases curtas. O estilo éabstrato, simbólico e associativo. 

No Brasil, passagens da obra "Amar, verbo intransitivo", de Mário de Andrade, revelam a influência dessa vanguarda. Observe o trecho transcrito abaixo:

“A luzdelirava, apressada a um vago aviso da tarde. Era tal e tanta que embaçava de ouro a amplidão. Se via tudo de longe num halo que divinizava e afastava as coisas mais. Lassitude. No quiriri tecido deruidinhos abafados, a cidade se movia pesada, lerda. O mar parava azul. (...).
Fräulein botara os braços cruzados no parapeito de pedra, fincara o mento aí, nas carnes rijas. E se perdia. Os olhos...
tracking img