Experimento lei de ohm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1418 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Lei de Ohm
Fábio de Paula Santos
Kleber Oliveira Manhani
Luis Paulo Coutinho
Negir Cristhiano Silva Prado
Ricardo Rodrigues dos Santos




Curso de Engenharia de Produção da Faculdade Educacional Araucária
Segundo Período – Turma D


Resumo. O objetivo deste experimento foi demonstrar, através das ferramentas e componentes que serão citadas no relatório, a relação entre tensão emvolt e corrente elétrica em ampère num circuito em série, resultando em valores de resistência sobre a lâmpada e sobre um resistor. Para isso, foram utilizados cinco valores de tensão no circuito com a lâmpada, reguladas por um potenciômetro e somente três valores de tensão no circuito com o resistor, observando que houve uma diferença de valores no circuito com a lâmpada para o circuito com oresistor. Representamos em gráficos a relação Tensão/Corrente para cada montagem, obtendo diferença entre os coeficientes angulares de cada gráfico. Com os valores máximos de tensão em cada circuito, foi possível calcular a potência total dissipada e comparar com a potência total fornecida pela fonte de alimentação.


Palavras chave: Lei de Ohm, tensão, corrente elétrica, resistência, lâmpada,diferença de potencial.



Introdução
Para entendermos melhor o experimento é necessário conhecermos o conceito de resistividade dos materiais, pois esse conceito está diretamente ligado aos resultados obtidos.
A forma e a densidade em que a corrente elétrica é conduzida em um material dependem do campo elétrico e das propriedades do material, sendo uma dependência muito complexa. No entanto,para alguns materiais, como em especial os metais, a razão ente a densidade e o campo elétrico que atuam sobre eles se torna constante a uma dada temperatura, onde a densidade da corrente total é quase proporcional ao campo elétrico. Essa relação foi descoberta em 1826 pelo físico alemão Georg Simon Ohm (1787-1854) e por isso leva o nome de Lei de Ohm [1].
Para que um condutor fosse perfeitodeveria ter sua resistência igual a zero e resistência infinita para que um material fosse um perfeito isolante. Os metais e as ligas metálicas são os melhores condutores, devido a sua baixa resistividade [1].
Chamamos de resistor o condutor que tem por finalidade fornecer uma resistência específica dentro de um circuito e pode ser representado pelo seguinte símbolo [2]:


A razão entre tensão ecorrente elétrica aplicada a um resistor é dada pela equação (1.1):

R= V/I (1.1)

sendo V a tensão, I a corrente elétrica, R a resistência e suas unidades no S.I. são volt (símbolo: V) para a tensão V, ampère (símbolo: A) para a corrente I e ohm (símbolo:  letra grega ômega) para a resistência R.
Se escrevermos a equação (1.1) comoI= V/R (1.2)

notamos que resistência é um nome bastante adequado. Quanto maior for à resistência ao fluxo de carga, numa dada diferença de potencial, menor será a corrente elétrica [2].
Essa notação é demonstrada na prática do experimento realizado.
Outro fator que pode influenciar na resistividade de um material é a temperatura que aumenta conforme adiferença de potencial é aplicada [1].
Para determinarmos a potência dissipada num circuito usamos a relação entre a tensão máxima aplicada e a corrente máxima medida, como mostra a equação (1.3):

P= V.I (1.3)

Encontrando a potência, representada no S.I. por wats (W).
Todo esse conceito baseado na lei de Ohm é muito importante em nosso cotidiano, pois é apartir dele que conseguimos dimensionar e analisar instalações elétricas dentro de uma fábrica, seus maquinários e equipamentos e até mesmo em nossa vida fora do âmbito profissional, como por exemplo, nas instalações elétricas de nossas casas.
Procedimento Experimental
No experimento instalamos primeiramente uma lâmpada ligada num circuito em série, com uma fonte de 6V, com um multímetro em...
tracking img