Lei de ohm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1521 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. LEI DE OHM

1.1 Objetivo

O objetivo dessa prática é de obter a lei de Ohm por meio de experimento quantitativo.

1.2 Materiais Utilizados
* Protoboard
* Voltímetro
* Amperímetro
* Cabos de Conexão
* Fonte

1.3 Discussão
No primeiro experimento realizado no laboratório, com a ajuda do professor, construiu-se o seguinte circuito elétricoOnde mudávamos o valor da força motriz na fonte, e com isso alcançamos diferentes valores da corrente que passa no circuito.

Os dados encontrados podem ser vistos na tabela abaixo.
I(A) | 0,07 | 0, 126 | 0, 238 | 0, 344 | 0, 430 | 0, 539 | 0, 637 | 0, 761 | 0, 880 | 0, 973 |
V(volts) | 0,5 | 1,0 | 2,1 | 3,1 | 4,0 | 5,0 | 6,1 | 7,1 | 8,1 | 9,1 |

Tabela 1.1

Analisando os dados databela acima, obtemos o seguinte gráfico:

O algoritmo para a elaboração do gráfico foi feito no matlab:

>>E=[0.5 1.0 2.1 3.1 4.0 5.0 6.1 7.1 8.1 9.1]
>>I= [0.07 0.126 0.238 0.344 0.430 0.539 0.637 0.761 0.880 0.973]
>>plot(E,I)
>>title('Tensão x Corrente')
>>xlabel('Tensão')
>>ylabel('Corrente')
>>end
Fazendo uma analise para acomprovação da lei de ohm, pegaremos dois pontos da tabela acima e faremos o quociente de suas variações para obter a sua resistência:

R= ΔE/Δi

Pegamos os pontos (2,1; 0, 238) e (4;0,43) onde fazendo os cálculos obtemos aproximadamente o valor de 9,7 ohms.
Ao termos o valor de uma corrente e o valor de uma tensão podemos calcular o valor da resistência no ponto com a fórmula:V=RI
Com isso vamos pegar um daqueles pontos mesmo para ver o valor da resistência nele, vamos usar o que tem 4V e 0,43A, fazendo os cálculos alcançamos o valor de 9,3 Ohms assim sendo bastante próximo do valor obtido pela outra técnica.



1.4 Conclusões finais

O Experimento foi concluído com êxito, a lei de ohm foi comprovada, onde ao dividirmos as tensões (E) pelasrespectivas correntes demonstradas na tabela 1.1, iremos obter o mesmo ou aproximadamente o número da resistência igual, assim a Lei de Ohm, no qual o valor de uma resistência R é o quociente entre a tensão E pela corrente I foi comprovada.








2. ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES EM SÉRIE

2.1 Objetivo
Obter a relação de equivalência quando os resistores estãoassociados em série.

3.2 Materiais Utilizados
* Protoboard
* Voltímetro
* Amperímetro
* Cabos de Conexão
* Fonte

3.3 Discussão
O segundo experimento foi construído o seguinte circuito elétrico com resistências em série.

Nesse experimento com a utilização de um voltímetro medimos a tensão entre os pontos A e B, B e C e A e C sendo que o circuito játinha uma corrente especifica de 25mA, demonstrado nos circuitos abaixo :



Os valores medidos podem ser encontrados na tabela abaixo:

| AB | BC | AC |
Tensão | 2,82 | 2,06 | 5,1 |
Corrente | 0, 025 | 0, 025 | 0, 025 |
Tabela 2.1

Nesse experimento o objetivo é de se analisar a lei de ohms na parte de equivalência de resistores, primeiramente a lei de Ohmsdiz que a resistência total de um circuito é o quociente entre a tensão total do circuito e a corrente total do circuito. Também sabemos que a soma total entre a resistência 1 do circuito com a resistência 2 dará o somatório total.
Como para esse tipo de experimento utilizamos um instrumento de medição, não tão preciso, os valores são bem próximos, e com isso deveríamos calcular a porcentagemde erro também, onde essa porcentagem deve variar de 0 a 10% o erro.
Os valores acima foram encontrados através de construção de rotinas no matlab:

>> ET=5.1%tensão entre os pontos A e C
>>I=0.025%Corrente elétrica do circuito
>>RT= ET/I%resistência total pela lei de Ohm
>>E2=input('coloque o valor de E1: ') %tensão encontrada com o voltímetro...
tracking img