Etica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (814 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O homem mais poderoso do futebol brasileiro, que vai organizar a Copa do Mundo de 2014, foi acusado pela rede de TV britânica BBC de ter sido obrigado a devolver dinheiro que recebeu de suborno. Opresidente da CBF também foi denunciado por pedir propina para apoiar a candidatura da Inglaterra à sede da Copa de 2014.
O Domingo Espetacular revela denúncias contra uma das autoridades maispoderosas do país. US$ 9,5 milhões, quase R$ 16 milhões. Dinheiro que teria sido usado para subornar Ricardo Teixeira, o homem mais poderoso do futebol brasileiro.
Um documento mostra que aempresa acusada de receber a propina é sócia do presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) até hoje. O Domingo Espetacular teve contato com os dois jornalistas que fizeram a denúncia: AndrewJennings, da BBC de Londres, e François Tanda, um dos principais repórteres da Suíça. Os dois jornalistas investigativos são os autores das reportagens que causaram um escândalo na entidade quecomanda o futebol, a Fifa.

Jennings e Tanda tiveram acesso a documentos sigilosos que mostram o envolvimento de alguns dos dirigentes da Fifa num esquema milionário de propinas. Ricardo Teixeiraseria um deles. Informações que comprometem o presidente da CBF estão em um prédio, na cidade suíça de Zug. É uma investigação do Ministério Público suíço. Graças a uma manobra dos advogados da Fifaos documentos estão bloqueados para a imprensa. Mas esses jornalistas viram a lista de pagamentos secretos. Segundo eles, os subornos chegam a US$ 100 milhões, quase R$ 200 milhões.
O dinheiroteria sido distribuído nos anos 1990 por uma empresa de marketing esportivo, a ISL. Segundo a investigação, a ISL pagava propina aos cartolas da Fifa. Em troca, os cartolas davam à ISL o controle dosdireitos de transmissão e dos contratos de patrocínio das Copas do Mundo.
Segundo a BBC, um dos cartolas subornados é João Havelange, que presidiu a Fifa por mais de duas décadas. Outro é...
tracking img