Etica e responsabilidade sosial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6980 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
OGT 08-02

Responsabilidade Social e Ética:

Avaliando exemplos e redefinindo resultados organizacionais



Aline Souki Amaral de Paula[1]

Júlia Andrade Ramalho Pinto[2]

Kely César Martins de Paiva[3]



Resumo

O mundo contemporâneo é marcado por mudanças constantes e velozes. Como conseqüências, aponta-se o aumento da complexidade do ambiente e o baixo grau deprevisibilidade das relações intra e inter-organizacionais.

Assim, para fazer face a demandas cada vez mais diferenciadas, as empresas têm procurado dar respostas não apenas aos seus proprietários e clientes, mas também a outros públicos importantes: empregados, concorrentes, fornecedores, meio-ambiente, minorias marginalizadas, em relação a sociedade como um todo. As organizações vêm se conscientizando deque suas atividades produtivas sofrem e geram impactos variados, sendo necessário, portanto, rever relações com os diversos atores sociais.

O objetivo deste artigo é avaliar as atividades ligadas à responsabilidade social das organizações em termos éticos. A pergunta a ser respondida é: “as empresas adotam políticas e práticas de gestão responsáveis socialmente movidas por comprometimentoético com a sociedade ou por um discurso ideológico que viabiliza sua permanência no mercado ? ”

Para respondê-la, foram analisadas bibliografias diversas correlatas aos temas e levantados exemplos de empresas cujas condutas se inserem num contexto de cidadania corporativa. Os resultados obtidos não são homogêneos e sugerem novas investigações.





1. Introdução



As mudanças atuaisque geram impactos nas tecnologias gerenciais, na política e também na economia, vêm desafiando pensadores sociais, filósofos, economistas e administradores no sentido de repensarem o sistema econômico vigente. Segundo MASI (1999), os dois grandes modelos econômicos que se confrontaram no século XX não ofereceram soluções para uma sociedade mais justa: o capitalismo demonstrou saber produzirriqueza, mas não distribui-la, enquanto o comunismo demonstrou saber distribui-la, mas não produzi-la.

GIDDENS (2000) também discute a relação de produção e distribuição de riquezas através dos conceitos “fim da natureza” e “fim da tradição”. O “fim da natureza” diz respeito a uma inversão na relação homem-natureza: antes o ser humano preocupava-se com as ações da natureza sobre sua vida, agora elese preocupa com suas ações sobre a natureza e seus impactos no futuro. O conceito “fim da tradição” é a compreensão dos eventos cotidianos não como um caminho de destino pré-determinado, mas como algo que se constrói diariamente. O mundo pós-natureza e pós-tradição caracteriza-se pelo “risco fabricado”. Este pode ser entendido como o risco inerente de um sistema que busca o progresso edesenvolvimento humano, desconsiderando o determinismo da tradição e da natureza na medida em que homem e instituições são co-responsáveis pelo futuro. Logo, o “risco fabricado” expande-se a quase todas as dimensões da vida humana, incluindo a esfera do trabalho. Desemprego, marginalização, violência urbana constituem-se, nesta perspectiva, riscos fabricados.

Assim, a sociedade industrial criou, diretae indiretamente, vários de seus problemas os quais podem tanto impulsionar o crescimento das economias, como promover sua estagnação e mesmo declínio. Neste momento, a sociedade industrial, formada por organizações capitalistas que são predominantemente geradoras de riqueza e não distribuidoras, confronta-se com suas próprias limitações. Para modernizá-la, promover sua saúde e perpetuação,tornam-se necessários esforços de natureza diferenciada, conjugados com vários tipos de movimentos sociais. GIDDENS (2000) sublinha que, na administração dessas questões, não se pode simplesmente injetar “mais do mesmo”, ou seja, riscos fabricados não serão resolvidos a contento fabricando-se outros novos. Para ele, as limitações e contradições da ordem moderna não podem ser tratadas de uma maneira...
tracking img