Etapa iii atps contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1594 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Postulados, Princípios e Convenções da Contabilidade.
Postulados: Entidade
Segundo José Carlos Marion

Segundo CFC e CPC

Neste Princípio a Contabilidade exerce a
função de não deixar os bens da empresa
se confundir com os bens de seus sócios,
enfim, os bens são distintos.

Os Bens são objetos contábeis
independentemente de pertencerem a uma
pessoa, sociedade ou instituição dequalquer natureza, com fins lucrativos ou
não.

A Contabilidade registra somente
informações financeiras e patrimoniais da
entidade da pessoa jurídica, não os
relacionando com os patrimônios da
pessoa física, esses são considerados
como uma entidade a parte.
Uma entidade pode ser única ou dividida
em unidade de negócios, essa divisão
serve para ter um melhor entendimento do
desempenhototal.

Nessa concepção a contabilidade não se
deixa misturar os bens dos sócios com
bens da entidade, consequentemente
também não se pode registrar uma conta
particular do sócio como despesa da
entidade jurídica.
Os bens dos sócios não resultam em uma
nova entidade e sim em uma unidade de
nova natureza contábil.

Postulados: Continuidade
Segundo José Carlos Marion

O Princípio daContinuidade é
considerado Entidade Contábil.
A continuidade é subentendido que a
entidade ao se formar ficará operando por
um longo período de tempo sempre
buscando melhores perspectiva, a não ser
que a entidade opere por algum tempo
com prejuízos persistentes, levando o fim
legal da sociedade.
Existem entidades com duração
determinada.

Segundo CFC e CPC
A continuidade ou não da entidadeestá
relacionado à valorização dos seus bens
patrimoniais, podemos definir a
continuidade ou não se for constatado a
valorização ou desvalorização do
patrimônio da entidade, enfim quando há
mudanças quantitativa e qualitativa de
seus bens.
A continuidade influencia o valor
econômico dos ativos e até os
vencimentos dos passivos quando a
entidade tem prazo determinado previsto
ouprevisível.
O Princípio da continuidade está ligado
diretamente ao Princípio da Competência,
que se relaciona e quantificam todos os
bens patrimoniais e a formação de
resultados, estes dados acumulados são
imprescindíveis para tomadas de decisão
para futura geração de resultados.

Princípios: Custo Histórico (Valor Original)
Segundo José Carlos Marion

Segundo CFC e CPC

O Custo Original éregistrado com valor,
mas não como base de valor.
Este Princípio é conservador em seus
registros, onde é lançado o custo histórico
no valor da transação em moeda corrente
do País, não podendo ser alterado.
O Custo original deve ser mantido até a
data da venda deste ativo, a manutenção
será feita com base em alguns aspectos
econômicos, como inflação ou até mesmo
mudanças tecnológicas,tornando o objeto
obsoleto e desvalorizado em relação ao
valor original.

Os ativos devem ser registrados pelo valor
original da transação em moeda corrente
do País.
O Custo Original é dado no ato da
transação, podendo ter seus valores
alterados por alguma correção baseado na
inflação ou até mesmo pelo desgaste e
obsolência do ativo.

Princípios: Atualização Monetária
Segundo JoséCarlos Marion

Segundo CFC e CPC

Patrimônios de uma entidade são lançados
com valores originais, mas
constantemente sofrem alterações em seus
valores, essas alterações tem que ser
atualizada para futuras demonstrações
contábeis, com objetivo de informar os
usuários ou interessados pela entidade seu
patrimônio líquido.

Os avaliação dos bens patrimoniais devem
ser corrigidos e ajustadossob técnicas
contábeis a fim de obter um ajustamento
do Patrimônio Líquido justo em certo
período.

Princípios: Realização da Receita (Competência)
Segundo José Carlos Marion

Competência é o ponto em que é feita a
transferência do produto ou serviço ao
cliente, não necessariamente com
pagamento a vista, o pagamento pode ser
a receber em uma data posterior, por isso
que não se...
tracking img