Estudos setoriais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5810 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O SETOR CALÇADISTA NO RIO GRANDE DO SUL: UMA ANÁLISE DA SUA EVOLUÇÃO RECENTE

Cristiano Gonçalves
Dr. Jacqueline A. H. Haffner

Resumo
Neste artigo apresentamos a situação atual do setor calçadista do Estado do Rio Grande do sul e sua relação com o Brasil e o mercado mundial, as recentes crises e o direcionamento que as empresas calçadistas estão dando aos negócios. Também abordamos aexportação como possibilidade de solução ou agravamento da situação financeira das empresas.

Palavras-chave: Calçados, exportação, Vale do Rio dos Sinos.

Abstract
In this item we present the current status of footwear’s market of Rio Grande do Sul State and its relationship with Brasil and the world market, the recent crises and the aim that footwear’s companies are being to the trades.Furthermore, we deal with the export market as a possibility either solution or growing worse in the companies’ financial difficulties.

Key words:. Footwear, exportation, Vale do Rio dos Sinos.


INTRODUÇÃO

Desbravar novos mercados e assegurar novas fronteiras são os desafios atuais para que as organizações garantam sua competitividade no mercado internacional. Atualmente, as palavras deordem são: reduzir custos, garantir a inovação tecnológica e a qualidade dos produtos, diversificação de novos serviços e cumprir prazos estabelecidos. Porém, a preocupação e a real atenção aos hábitos e costumes de cada nação, ou seja, sua cultura, sem sombra de dúvida, poderá ser o diferencial competitivo que garantirá o sucesso na identificação das necessidades e desejos de cada mercadointernacional para elaboração dos produtos e serviços eficazes.
A exportação pode ser uma estratégia empresarial vitoriosa para aumentar o faturamento das empresas e garantir a sobrevivência no mercado doméstico, desde que os empresários elaborem um planejamento e o estabelecimento de metas. Caso contrário, as exportações podem comprometer a saúde financeira da organização e criar uma desmotivaçãoempresarial a esta alternativa. Em 2007, somente foram exportados 23% da produção total brasileira de calçados (Abicalçados). Nota-se que esta participação no mercado mundial é gerada pelo despreparo dos empresários brasileiros, e uma acomodação ao mercado doméstico.
Em 2007 o mercado norte-americano representou 27% das exportações brasileiras. Esta participação limita a atuação em outros mercadosinternacionais e tolhe a criatividade dos modelistas brasileiros, devido à exigência de exclusividade. Como alternativa a modelos pré-concebidos, está sendo a exportação de calçados de maior valor agregado, chamado de “novo modelo”. Este calçado possui marca e design próprios, principalmente após a desvalorização contínua do dólar frente ao real.
Segundo a Associação Brasileira das Indústrias deCalçados (Abicalçados) em 2007, o Brasil continua sendo o terceiro maior produtor mundial de calçados, porém caiu para a quinta posição na exportação mundial, atrás de China, Hong Kong, Vietnã e Itália.
Grande parte das empresas de calçados estão localizadas no Rio Grande do Sul, na região do Vale do Rio dos Sinos. Porém, a produção nacional está sendo distribuída entre outras regiões brasileiras,dentre elas o Sudeste e Nordeste.
Em janeiro de 2008, o Rio Grande do Sul, perdeu pela primeira vez a liderança entre os Estados exportadores de calçados (em número de pares exportados). Segundo a Abicalçados, o Ceará vendeu ao exterior 9,334 milhões de pares de calçados, enquanto o Rio Grande do Sul exportou 6,121 milhões de pares. Cabe ressaltar, que neste mês os Estados do Ceará, da Paraíba, daBahia, de Pernambuco e de Sergipe representaram 63,2% das exportações ao exterior, enquanto que em 2002 sua participação era de 16,5%. Percebe-se que o Vale dos Sinos vive um momento de reestruturação, ou seja, deverão ser produzidos no Rio Grande do Sul calçados de maior valor agregado, que necessitam de maior tecnologia e design diferenciado.

1. O SETOR CALÇADISTA DO VALE DO RIO DOS...
tracking img