Estudo de caso maternidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2616 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O presente estudo de caso relata sobre uma paciente com Diabetes Mellitus Gestacional (DMG) que é definido como qualquer nível de intolerância aos carboidratos de graus variados, com início ou reconhecimento durante a gestação, podendo ou não persistir após o parto e sobre as alterações ocasionadas no recém-nascido.


JUSTIFICATIVA

A realização deste estudo de caso tem comofinalidade ampliar o nosso conhecimento por ser uma patologia induzida pela gestação, sendo o cuidado e o acompanhamento de enfermagem fatores indispensáveis neste período, por tratar-se da formação de um novo ser humano.


RELEVÂNCIA

É importante o estudo deste caso, pela possibilidade que o melhor conhecimento deste, possa proporcionar, na melhoria da eficiência no atendimento deenfermagem, visando evitar a persistência da patologia após a gestação.


METODOLOGIA

Para a coleta de dados, foi realizado anamnese e exame físico da paciente, e a partir destes dados, foram planejados os cuidados de enfermagem segundo NANDA, NIC e NOC.
Fontes: prontuário do paciente, entrevista, livros, artigos e internet.




HISTÓRICO DE ENFERMAGEM, ANAMNESE E EXAME FÍSICO

A.S.D., 35anos, sexo feminino, 2 filhos, casada, residente no município de Registro. A paciente encontrava-se em puerpério imediato de parto cesárea (PIPC), orientada, comunicativa, normotensa (100x70 mmHg), normocárdica ( 80 bpm), normotérmica ( Tax: 36ºC), eupneica (18 mrpm),com mucosas coradas, mamas flácidas, mamilos protusos com ejeção de colostro, sem fissuras, sem ingurgitamento mamário. Abdomeflácido com Globo de Segurança de Pinard (+) abaixo da cicatriz umbilical, sem dor à palpação superficial, linha Nigra visível e lóquios em quantidade moderada de aspecto sanguinolento com odor característico. MMII sem varizes e edemas. Sem queixas álgicas.
A paciente relatou que após 24 semanas de gravidez apresentou perda de peso, apesar de apresentar o aumento do apetite (polifagia), aumento daingesta de líquidos (polidipsia), aumento do volume urinário (poliúria), cansaço, náusea e cefaléia relacionados à diabetes gestacional, ansiedade e medo em relação ao nascimento do bebê e que realizou uma dieta para controlar os níveis glicêmicos, monitorando-os constantemente para que permanecessem dentro do padrão de normalidade, mas que não foi o suficiente, passando a fazer o uso dainsulina.

RN de A.S.D. em Alojamento Conjunto (A.C), do sexo feminino com 16 horas de vida, com peso atual de 4,200 kg, em Aleitamento Materno Exclusivo (AME), com pega eficaz, com boa sucção, corada, hidratada, anictérica, acianótica, choro forte, fontanela normotensa, Tax: 35,5ºC, pulso apical 140 bpm, coto umbilical gelatinoso, genitália higienizada, diurese e mecônio presentes no período.
O RNnasceu macrossômico, ou seja, com maior desenvolvimento da massa muscular e adiposa e com hipoglicemia devido ao diabetes gestacional.


DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM DA MÃE

• Nutrição desequilibrada: mais do que as necessidades corporais relacionada à ingestão excessiva de acordo com as necessidades metabólicas;
• Risco de infecção relacionado à incisão cirúrgica;
• Risco desangramento relacionado aos lóquios;
• Medo devido ao relato de tensão aumentada;
• Integridade da pele prejudicada relacionada ao rompimento da pele devido à incisão cirúrgica;
• Eliminação urinária prejudicada relacionada à poliúria;
• Mobilidade física prejudicada relacionada ao cansaço;
• Risco de glicemia instável relacionada à perda de peso;
• Volume de líquidosexcessivo relacionado à ingesta excessiva de líquidos;
• Ansiedade relacionada ao nascimento do bebê.


DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM DO RN

• Risco de infecção relacionado ao coto umbilical;
• Risco de glicemia instável relacionado à hipoglicemia;
• Amamentação eficaz devido à criança estar satisfeita após as mamadas e por estar ganhando peso adequado.



CONSIDERAÇÕES...
tracking img