Estudo das escolas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2703 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE PETROLINA
CIÊNCIAS CONTABÉIS



MÔNICA MARIA SALES G. DE MOURA
MAYSA BRANDÃO G. COSTA
BRUNO SOBREIRA








A HISTÓRIA DA CONTABILIDADE













PETROLINA-PE
2012

MÔNICA MARIA SALES G. DE MOURA
MAYSA BRANDÃO G. COSTA
BRUNO SOBREIRA









História daContabilidade; As principais Escolas do Pensamento Contábil e suas Contribuições; Traço Cronológico da Contabilidade no Brasil.




Trabalho de pesquisa apresentado a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina, como parte dos requisitos para a aprovação na disciplina Ciências Contábeis.










PETROLINA-PE
2012
01
SUMÁRIO
1. APRESENTAÇÃO (início dacontabilidade) ......................................................03
2. EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE ( escola italiana) .........................................04
3. CORRENTES DO PENSAMENTO CONTÁBIL ...................................................05
4. DECADÊNCIA DA ESCOLA ITALIANA ..............................................................07
5. ESCOLA AMERICANA........................................................................................08
6. TRAÇO CRONOLÓGICO DA CONTABILIDADE NO BRASIL ...........................09

7. DESENVOLVIMENTO DA CONTABILIDADE NO BRASIL.................................11

8. REFERÊNCIAS ....................................................................................................12


















021. APRESENTAÇÃO


O início da contabilidade



A preocupação do homem com as propriedades e a riqueza não é uma característica do homem moderno, isso vem desde a antiguidade, e a contabilidade é uma forma de controle das tais. Há sinais de existência de contas de aproximadamente 4.000 anos a.C. Até mesmo antes disso, o homem primitivo, ao contar seus instrumentos de caça e pesca, seusrebanhos, seus galões de bebidas, já estava praticando uma forma rudimentar de Contabilidade.
E assim, à medida que as atividades foram se desenvolvendo, o pensamento contábil também foi evoluindo, tendo seu florescer como disciplina adulta e completa a partir do século XIII.



















03

2. A evolução da Contabilidade com o Surgimento da Escola ItalianaNo século XIII, até meados do século XVIII, as cidades Europeias fervilhavam de atividade mercantil, econômica e cultural, cenário perfeito para o início da evolução de uma ciência fundamental para o mundo cada vez mais capitalista que surgia, a Contabilidade.
Foi exatamente nessa época, mais precisamente em 1494 na cidade de Veneza, que Frei Lucca Pacioli publica seu livro Summa deArithemética, Geometria proportioni et propornalitá, a primeira obra em que é registrado o método das partidas dobradas, o qual é de fundamental importância para a Contabilidade, sendo usado até hoje. Assim nasce uma das mais importantes escolas de Contabilidade, a Escola Italiana.
Em sua obra, Frei Luca Pacioli já tratava, além da teoria do débito e do crédito, de inventários, livros mercantis, registrosde operações, lucros e perdas, formando assim já nessa época o “corpo” da Contabilidade que se conhece nos dias de hoje. Já em 1458 Benedetto Cotrugli (comerciante) concluia um manuscrito de 160 páginas que tratava das partidas dobradas, cabendo a Pacioli o mérito de haver escrito o primeiro livro de contabilidade. Podemos afirmar, portanto, que foi nesse período que a Contabilidade mais evoluiuem sua teoria.


















04

3. Correntes do Pensamento Contábil

Dentro da Escola Italiana surgiram várias correntes de pensamento contábil, são elas:

3.1. Contismo

A primeira escola de pensamento contábil foi à contista, no século XVIII, cuja idéia central era o mecanismo das contas, mais especificamente, o seu funcionamento, subordinando-as à forma...
tracking img