Estudante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2356 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CESUMAR – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ
ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA






Relatório de Física Experimental
Movimento Retilíneo Uniformemente Acelerado numa Rampa






Relatório apresentado como requisito para
Avaliação da disciplina
Física Experimental ministrada
pelo Prof. Maicon.

Alunos:
Alessane M Rosado R.A:13067962
Aparecido R.A:Beatriz S Batista R.A:13012562
Daniel Negreiros R.A:
Géssica B Krajevski R.A:13093652
Flávio Leite R.A:


Maringá, 19 de Abril de 2012

INTRODUÇÃO

O Movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV) pode ser definido como um movimento de um móvel em relação a um referência ao longo de uma reta, na qual sua aceleração é sempre constante . Diz-se quea velocidade do móvel sofre variações iguais em intervalos de tempo iguais. No MRUV a aceleração média assim como sua aceleração instantânea são iguais.

Neste experimento investigam-se os movimentos unidimensionais de uma partícula, utilizando-se uma rampa, onde um objeto desliza sobre um plano inclinado. Neste caso obtém-se o movimento de uma partícula sob ação de uma força constante,ou seja, o objeto desce pela rampa sob a ação da componente da força gravitacional.



(ACHEI NA NET, TEM Q MUDAR!!)

O movimento do centro de massa do volante é um exemplo de movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV), ou seja, um movimento ao longo de uma reta com aceleração constante. O MRU pode ser definido dizendo que a partícula se move em linha reta, percorrendo deslocamentosiguais em intervalos de tempo iguais. Por isso, o correspondente gráfico da posição em função do tempo é uma reta. De modo análogo, o MRUV pode ser definido dizendo que a partícula se move em linha reta, com o módulo da sua velocidade instantânea tendo variações iguais em intervalos de tempo iguais. Por isso, o correspondente gráfico do módulo da velocidade instantânea em função do tempo é uma reta.O módulo da aceleração pode ser escrito:

[pic]

É usual, na Cinemática, considerar t1 = 0, ou seja, considerar que o intervalo de tempo é marcado a partir do instante inicial de observação do movimento. E o instante final do intervalo considerado pode ser tomado como um instante genérico, t2 = t.

Assim, a expressão acima fica:

[pic]

Esta expressão é conhecida como a equaçãohorária da velocidade.

[pic]

Por outro lado, no MRUV, assim como no MRU, a área da figura definida entre o gráfico do módulo da velocidade instantânea em função do tempo e o eixo dos tempos entre os instantes t1 e t2 representa o módulo do deslocamento no intervalo de tempo definido por esses instantes. Então:

x(t2) - x(t1) = A1 + A2

Pela inspeção do gráfico podemos ver que os valores dasáreas A1 e A2 são dados pelas seguintes expressões matemáticas:

A1 = v(t1) ( t2 - t1 )

A2 = ½ [ v(t2) - v(t1) ] ( t2 - t1 ) = ½ a ( t2 - t1 )2

Desta forma:

x(t1) - x(t2) = v(t1) (t2 - t1) + ½ a (t2 - t1)²

E considerando, como antes, t1 = 0 e t2 = t, obtemos:

x(t) - x(0) = v(0) t + ½ a t²

Esta é a expressão matemática para o módulo do deslocamento no MRUV. A expressão da posição emfunção do tempo, ou seja, a equação horária da posição pode ser escrita:

x(t) = x(0) + v(0) t + ½ a t²

Para o movimento que estamos considerando, do centro de massa do volante ao longo da calha, x(0) = 0, v(0) = 0 e a = 2,1 cm/s2. Então, a equação horária da velocidade e a equação horária da posição ficam, respectivamente:

v(t) = ( 2,1 cm/s² ) t

x(t) = ½ ( 2,1 cm/s² ) t²OBJETIVOS

- Caracterizar e comparar MRUA com movimento de queda livre;
- Concluir que a aceleração é função do ângulo de inclinação da rampa;
- Concluir que a queda livre é um caso particular do MRUA;
- Utilizar conhecimentos da equação horária para determinar a posição ocupada por um móvel em relação ao tempo;
- Traçar os diferentes gráficos das variáveis do MRUA e interpretá-los;
-...
tracking img