Estrutura organizacional sds

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1667 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A SECRETARIA


Histórico

A Secretaria de Defesa Social – SDS é um órgão da administração centralizada, integrante do Núcleo Estratégico da Administração, por força do contido na Lei Complementar nº 49, de 31 de janeiro de 2003. Sua estrutura organizacional básica e a competência e atribuições dos órgãos que integram a SDS, constam do seu Regulamento, aprovado pelo Decreto nº 30.290, de 21de março de 2007.


Missão Institucional

A SDS tem como missão institucional promover a defesa dos direitos do cidadão e da normalidade social, através dos órgãos de segurança pública, integrando as ações do governo.


Principais Atividades

Promover a defesa dos direitos do cidadão e da normalidade social, através dos órgãos e mecanismos de segurança pública;
Integrar as ações doGoverno com vistas à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio no âmbito do Estado;
Planejar, coordenar e controlar as atividades de polícia ostensiva, de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, e de defesa civil, prevenção e combate a sinistro;
Prover a execução das ações de polícia técnica e científica e de medicina legal;
Exercer as atribuições depolícia administrativa e de fiscalização de atividades potencialmente danosas;
Manter-se articulada com órgãos competentes para execução da polícia estensiva de guarda, de trânsito e do meio ambiente;
Realizar serviços de resgate, busca e salvamento, socorro e atendimento pré-hospitalar emergencial às vítimas de acidentes e calamidades;
Assegurar, por atuação conjunta dos seus órgãosoperativos, a execução das políticas públicas de prevenção e repressão à criminalidade e de prevenção e controle de sinistro.









VISÃO DE FUTURO

Até 2011 ser referência nacional na formulação e implementação de políticas integradas de defesa social com foco nos resultados e na participação da sociedade.




VALORES

1. Ética
2. Compromisso
3. Perseverança
4. Solidariedade5. Criatividade
6. Coragem
7. Hierarquia
8. Disciplina





























DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL

Pontos Fortes e Pontos Fracos
Oportunidades e Ameaças






AMBIENTE INTERNO
PONTOS FORTES


• Capacidade de mobilização dos órgãos operativos e orgânicos;
• Fortalecimento da filosofia de Polícia Comunitária;
• Existência daOuvidoria da SDS;
• Capacidade de integração;
• Potencialidade dos recursos humanos;
• Adoção do Modelo de Gestão Integrada;
• Integração do Sistema de Ensino e Capacitação Continuada;
• Capacidade de captação de recursos financeiros;
• Existência de Banco de Dados de Defesa Social;
• Representatividade em todo o Estado;
• Tecnologia de acesso às informações;• Referência da SDS como parceira junto à SENASP;
• Compatibilização das ações de Defesa Social (CIODS).
























AMBIENTE INTERNO
PONTOS FRACOS


• Inexistência de política de recursos humanos nas áreas social e psicológica de acompanhamento aos profissionais;
• Gerenciamento centralizado dos cursos de capacitação;
• Sistema decomunicação deficiente;
• Insuficiência de recursos orçamentários e financeiros;
• Insipiência de planejamento para as ações da SDS;
• Limitações nas políticas de valorização profissional;
• Ausência da Polícia Científica em quase todo o Estado;

• Entraves burocráticos e formalismo;
• Déficit no quadro funcional;
• Resistência às mudanças e à integração;
•Infra-estrutura física e tecnológica ineficiente;
• Insatisfação salarial;
• Falta de plano de cargos, carreiras e vencimentos;
• Deficiência na padronização de procedimento policial;
• Ausência de uma política de marketing integrada;
• Inexistência de política de recursos humanos nas áreas social e psicológica de acompanhamento aos profissionais;
• Indefinição...
tracking img